Arquivo da tag: verão

29/01/2016_10:00

Às vezes, e principalmente no começo do ano, a semana parece passar rápido demais. Os dias que você passou ocupado com o trabalho voaram e você nem viu o fim de semana chegar. E agora? Tantos planos em rascunho e tão pouco tempo! Qual será que é a boa?

Você, pessoa que não se programou e agora está tendo sérias dificuldades em decidir entre milhares de opções de programas, veio parar no lugar certo: a Sala ELLUS resolveu traçar uma rota dos eventos que você não pode perder nestes dias, começando por São Paulo, onde fica a nossa sede, e passando pelo Rio, Salvador, Cuiabá e Florianópolis; todas, cidades que abrigam lojas ELLUS.

Quem é daqui e curte balada alternativa não pode perder a fantástica edição de 1 ano da Le Freak, no sábado. A festa, que busca reviver a cena dos Club Kids novaiorquinos, é um convite para extravasar no look e voltar para 1990 por uma noite, à partir das 23h. 

O line-up, formado por Humberto Luminati, Caroline Maia, Van Foxter & Alissa Salls, Jahdiel Ramires, Felipe Manso, Julia Bueno, Nagash e um convidado internacional secreto, passará por disco, dubstep, synthwave e outros sons eletrônicos incríveis. O evento será no Espaço Desmanche (Rua Augusta, 765).

Para os cariocas, a badalação de sábado é um projeto dos entusiastas Jean e Lucas, que tiveram a ideia do Nabutchaka ao unirem seu interesse pela música ao gosto pela dança. A festa nasceu quando os dois tomaram a iniciativa de colocar um som em um quiosque do Leme e, desde então, passaram por diversos locais conhecidos no Rio, como o La Cueva e o Anexo na Lapa.

Começando às 23h, a setlist é encabeçada pelos próprios organizadores que recebem os DJs da festa Minha Luz é de LED. Suisso também toca. Os ingressos do evento, que será no Eden (Rua Sacadura Cabral, 109 – Gamboa), estão a R$ 15 com nome na lista até meia-noite, R$ 20 após e R$ 30 sem nome na lista.  

O evento que rola em Salvador, no sábado, tem um toque cultural: entitulado Jam no MAM, o projeto visa levar jam sessions para o Museu de Arte Moderna da Bahia (Avenida Contorno, s/n – Comércio), criando arte através de ondas sonoras. O gathering conta com performances de músicos de jazz em estilo improvisado.

As apresentações, que são comandadas pela banda base da Jam, já contaram com diversos artistas internacionais independentes e acontecem no estacionamento do local, às 17h, para que o público não perca o por do sol baiano.

Em Cuiabá, acontece a festa de música eletrônica Do You Like Deep, no Musiva (Av. Beira-Rio, 4.435 – Porto), com intensas vibrações de deep house, para extinguir qualquer monotonia da sua sexta. A casa de festas abre às 23h e a animação continua até altas horas

Os residentes são Fran Bortolossi, Illusionize, Dashdot e Volkoder. Ingressos estão a R$ 40 (meia) ou R$ 80 (inteira), mas ainda há as opções de bistrô para seis pessoas por R$ 600 e de camarote para dez pessoas (com um bônus de uma garrafa de vodca Ciroc) por R$1,5 mil. 

Catarinenses, não se desesperem: vocês não foram esquecidos! O Especial Amy Weedhouse vai sacodir Florianópolis hoje com boas vibrações. O evento da cantora Renata Côrrea trará covers da Amy Winehouse em versões que mesclam ritmos reggae, ska e rocksteady.

O show contará com os convidados Ricardo Juliani, Eduardo “Palhoça” Farias, Gabriel Boos, Felipe “Bluezera”, Thiago Beck, Gabriel Fortunato, Florencia Cuccarase e Rafael Thiesen. Com início às 22h, o show custa R$ 20 e acontece no Deraiz, nas Dunas de Joaquina (Av. Prefeito Acácio Garibaldi San Thiago).

Difícil ficar parado neste final de semana, não é verdade?

20/01/2016_10:00

Os vestidos que abrem o primeiro shopping list do ano continuam incitando o mantra do final de 2015: mantenha-se confortável, porque o calor é feroz — mas sem perder a elegância jamais. Já as sugestões masculinas no final do post incluem looks despojados que apostam no básico, como a t-shirt cujo lettering da palavra “player” denota, com humor, que todos estamos apostando alto neste ano.

Considerando que todas as lojas ELLUS estão em liquidação, esta é uma lista imperdível para quem quer saber o que deve entrar no seu radar. Mas se você está lendo este post em um destes dias que somos surpreendidos por inesperadas chuvas de verão, saiba que a nossa Online Store está abastecida com uma boa seleção das lojas físicas. So shop, baby, shop!

Clique aqui para comprar este vestido na Online Store.

Clique aqui para comprar este longo na Online Store.

Clique aqui para comprar esta camisa na Online Store.

Clique aqui para comprar esta bermuda na Online Store.

Clique aqui para comprar esta t-shirt na Online Store.

16/10/2015_11:47

por MARAYSA FIGUEIREDO

Vimos ontem que a história da ELLUS e do SPFW estão mais que ligadas: desde o início do evento, a ELLUS esteve presente. Lá se vão 21 anos de muita moda e parceria. Hoje vamos relembrar como foram verões e invernos de 2008 até hoje.

Pegue seu lencinho, pois emoção não falta nessa “sessão nostalgia”:


Muito rock e esporte para celebrar o verão de 2008. A parka aparece como a peça queridinha da estação. Já no inverno do mesmo ano, a estação Julio Prestes recebeu a coleção, com direito a chegada das modelos em trem com buzina e tudo. O  tema de “Urban Knights” e as sobreposições marcaram o desfile.

O fundo do mar inspirou o verão de 2009 e de repente a sala de desfile virou um aquário para receber a coleção “Underwater”. Os modelos Grabiel Grandi, Jéssica Brandi e Kelly nadavam felizes no aquário de 12 metros de altura, 2 metros de profundidade e 2 metros de largura.

Agyness Deyn deu as boas vindas ao nosso inverno, que teve como tema os operários dos subúrbios londrinos. O couro foi o destaque desta coleção.

 Motoqueiros usando jeans de lavagem clarinha e vestidos com shapes fluidos, que eram acompanhados por jaquetas cropped deram o tom do verão 2010, que teve Cintia Dicker exibindo toda a sua ruivisse na passarela. Já o inverno contou com a presença de Jesus Luz, abusando em tons escuros, na coleção que recebeu o nome de “proteção”.

O verão 2011 veio bem no mood praiano: tinha crochê, estampas, tudo muito confortável, com direito a alpargatas coloridas. Prints florais para eles foram o  ponto alto. O jeans, claro, não foi esquecido e deu o ar da graça em camisas. Novidades mil no inverno 2011: nada de modelos e passarela. No lugar, um projetor e um telão, onde toda a coleção passou diante dos olhos de jornalistas, como um sessão de cinema. Urbana, a coleção veio em tons de branco, prata e preto, provando que a modernidade batia à porta.

No verão 2012 teve Aline Weber, teve banda e muita festa! Tons claros se integravam ao streetwear que é parte do nosso DNA. Já o inverno foi de rock e couro, cheio de detalhes onde Aline Weber mais uma vez arrebentou!

Um mergulho noturno no verão 2013 para a coleção “Night Diving”, onde efeitos metalizados aparecem até no couro. No inverno, clima fetichista  no tema “Police”, que tinha transparências, fendas, botas e uma algema moderna, com corrente ligando o pescoço ao pulso.

Uma viagem de moto pela Índia foi a inspiração para o verão 2014, onde os tons terrosos apareciam em sedas e organzas metalizadas. A top Lindsey Wixson abriu o desfile com uma das estampas queridinhas da coleção: um floral camuflado que deu o que falar.

Diretamente do Salão Nobre do Theatro Municipal, a nossa diretora criativa Adriana Bozon tinha um desafio: apresentar o jeans de uma maneira nova. A inspiração eram os esportes de montanha, o guarda-roupa clássico do lenhador e Japão, principalmente o jeans bruto característico dos japoneses. Assim foi o inverno 2014!

No verão 2015, que teve Cauã Reymond na passarela, a mistura de materiais como o natural e o sintético, o artesanal e o industrial foram o ponto de partida para a coleção sportswear. O inverno 2015 comemorou nossos 42 aninhos e a inspiração foi o filme “The Warriors” e as gangues de rua. Preto, branco, cinza, verde limão (que  apareceu nos desejado coturnos!), pink, dourado e caramelo foram as cores da estação, que tinha até patchwork de pele de cobra.

Chegamos ao verão 2016 com Marrakech como pano de fundo para uma mulher contemporânea, que viaja e traz absorvidas em si todas as culturas que conhece. O Marrocos fez com que a passarela se transformasse em tapeçaria e as peças apareceram cobertas de ouro e areia, cores principais da coleção, que teve Carol Trentini como musa.

Não foi uma delícia relembrar todos esses momentos da trajetória da Ellus no SPFW?Agora que a sessão nostalgia acabou, preparem seus casaquinhos, pois o inverno vem ai… O que será que ele nos aguarda? Confira em breve no Sala Ellus tudo sobre a próxima coleção.

15/10/2015_18:01

por MARAYSA FIGUEIREDO

O tempo passa, o tempo voa e lá se vão 43 anos de ELLUS. Nesta conta, é bom destacar que há 21 anos a marca de Nelson Alvarenga e Adriana Bozon lança coleções na maior semana de moda do País. Nos longínquos anos de 1994, a ELLUS fazia sua estreia no Morumbi Fashion, evento percursor do atual São Paulo Fashion Week.

Depois de tantos momentos, histórias e emoções, eis que começa mais uma edição do SPFW e quarta-feira, dia 21/10, é o nosso grande dia! Já que recordar é viver, a Sala ELLUS montou uma retrospectiva de dois posts com os principais desfiles que temos registro. Prepare-se: a maratona fashion vai começar!

As passarelas de 1999 do Morumbi Fashion anunciavam o verão do novo milênio e sim, nós marcamos este momento com Kate Moss! 

Todos os olhares miraram na top inglesa, que depois usar um biquíni com patchwork de denim ao lado do modelo Paulo Ferreira, emprestou a sua celebrada imagem heroin chic para um novo conceito criado pela ELLUS: o hippie chic.

Logo as temperaturas despencaram nas passarelas, dando início ao inverno 2000. Era a 8° edição do Morumbi Fashion e o hot-moment ficou por conta da modelo sudanesa Alek Wek, que veio para apresentar a coleção “Terra” no nosso desfile.

Ela ficou no Brasil um tempinho e logo depois posou para uma das nossas campanhas, a primeira vez que apresentamos jeans acobreado e em tons de marrom.

Ana Claudia Michels tinha só 19 aninhos quando invadiu o verão 2001 da Ellus. Mas o destaque da coleção foi a participação de Talytha Pugliese, Caroline Ribeiro e Mariana Weickert como “Ellus Angels”.

Conceito diretamente inspirado no remake de “As Panteras” que estreava naquele ano nos cinemas, a estratégia também inspirou uma das mais memoráveis campanhas da marca de jeanswear.

Já a inspiração para o inverno 2001 foi o “school glam” e o jeans foi a base para grafismo e até para a literatura. Arnaldo Antunes participou da trilha do desfile e, de quebra, criou dez  poemas para a Ellus, que foi estampado em 67 peças da coleção.

O nome era Madonna e o hit era “Like a Virgin”, e assim a Ellus já tinha tudo o que precisava para se inspirar para o verão 2002. Os shapes não estavam nas peças, mas sim no corpo, moldados a jeans, tule e mousseline. Quem duvida o quão divertido foi?

No inverno 2002 da Ellus, gentileza pouca, é bobagem! E o profeta mais gentil que esse país já teve o prazer de ver foi a inspiração da temporada, que trouxe mulheres com ares de guerreiras, mas muito sexys, afinal.

Festa e rock n’ roll: a Ellus comemorava 30 anos de vida com desfile arrasador, com direito a sequência de topless! Com inspiração nos piratas urbanos e perfume setentista com um quê folk, a festa teve direito a banho de champagne no final.

Muito antes dos 50 tons de cinza, a Ellus levou para sua passarela de inverno 2003 o mundo do fetiche, das fantasias sexuais e do sadomasoquismo. O preto e o couro não podiam faltar.

O verão 2004 foi da mulher que transita por aí sem medo, conhecendo mil culturas e sendo influenciada por tudo isso… O resultado pode ser visto em peças delicadas, com sweet colors e flores aquareladas de encher os olhos.

Já o inverno 2004 veio colorido e com inspiração hippie. Nosso icônico jeans recebeu de braços abertos batas, chapéus e botas de cowboy, num clima pra lá de western.

Tudo preto no branco,  smoking, camisas e coletes desfiados. No verão de 2005, Carol Trentini dava início a uma longa e feliz parceria com a Ellus. De quebra, ainda teve Erik Marmo para delírio geral.

Daniella Cicarelli desfilou um inverno 2005 cheio de atitude, bem street e com uma pegada neo-boemia. O nosso jeans apareceu sem lavagens, na essência, fazendo composições nada óbvias com saias ultraromânticas.

Mais uma vez Carol Trentini deu o ar de sua graça e deixou o verão 2006 da Ellus com muito mais cor, em edição que teve cenografia especial na passarela.

E fez-se neve! Com babados, mangas bufantes, sedas, tafetás e muita leveza, a Ellus voou junto com a “mulher pássaro” e fez da passarela um show à parte, com Carol Trentini encarando a mulher forte e ao mesmo tempo glamourosa.

O cenário do nosso desfile verão 2007 foi tão incomum quanto apaixonante: em um busque do Parque Ibirapuera. Um inverno de estampas e amores, com Letícia Birheuer tão estonteante quanto colorida.

O “caos urbano” invadiu o streetwear, que trouxe de volta Letícia Birkheuer para a passarela no nosso inverno 2007.

Ficou gostinho de quero mais? Amanhã você confere mais momentos marcantes na trajetória da Ellus no SPFW!

18/02/2015_01:08

POR IGOR FIDALGO

Se você é um heavy user de Instagram, deve ter reparado uma programação especial no perfil da ELLUS nestes dias de Carnaval. O foco em Salvador se deu por conta da parceria que fizemos com o Expresso 2222, o camarote mais concorrido da folia baiana.

Com Flora e Gilberto Gil à frente do projeto desde a sua fundação, em 1998, a Expresso viveu momento emocionante neste Carnaval: para comemorar os 30 anos de axé music, a ELLUS desenvolveu a camiseta-convite que dava acesso ao camarote.

A cada dia, mais de mil convidados passaram pela disputada varanda instalada em um dos pontos mais nobres do circuito Barra-Ondina. Esta turma super VIP ferveu ao som de ícones do axé, como a cantora Sarajane — hype nos anos 1980 que você deve lembrar do hit “(Vamos abrir) A roda”. Preta Gil,  que comanda o espaço Varanda Elétrica desde 2008, também embalou algumas noites do Carnaval baiano.

Abaixo, uma seleção de fotos colhidas do Instagram da ELLUS e nos perfis pessoais de dois queridos integrantes da nossa equipe, que representaram a marca no Expresso 2222: nosso gestor de branding, Eduardo Dugois, e o estilista Rodofo Souza, responsável pela concepção criativa das nossas coleções.

Pelas imagens inspiradoras, fica a pergunta: será que esta viagem ao Nordeste pode fazer a moda da ELLUS se sintonizar com outros roques? É esperar o verão para ver!