Arquivo da tag: rock

05/12/2016_09:00

POR GUSTAVO GARCIA

Chegou ao fim a espera pelo novo álbum da ultra-mega-blaster rock band Rolling Stones. Esse foi o maior hiato entre álbuns de estúdio dos Stones. A banda lançou na última sexta-feira (02/DEZ) “Blue & Lonesome”, primeiro disco em mais de uma década. Produzido por Don Was e pelos gêmeos Glimmer — pseudônimo antigamente usado por Mick Jagger e Keith Richards para assinar seus trabalhos como produtores.

O álbum de covers de clássicos do blues foi divulgado durante a madrugada pela gravadora Polydor. Com 12 faixas, o trabalho é uma homenagem ao início da banda, quando seus integrantes tocavam em seus shows músicas de artistas antigos de blues: Jimmy Reed, Willie Dixon, Eddie Taylor, Little Walter, Howlin’ Wolf, entre outros.

“Blue & Lonesome” é o primeiro álbum só de blues do grupo e foi gravado em, pasmem, três dias! As gravações ocorreram em dezembro do ano passado, e ainda conta com a participação do icônico guitarrista Eric Clapton.

É o primeiro disco de estúdio dos roqueiros britânicos desde A Bigger Bang, de 2005, que chegou ao 3º lugar do ranking promovido pela revista Billboard.

30/11/2016_09:00

The xx ressurgiu essa semana para começar a divulgação do terceiro álbum de estúdio da carreira. “I See You” será lançado oficialmente apenas em 13 de janeiro de 2017, mas duas faixas do trabalho já estão disponíveis e, na última segunda-feira, 28, soltou o clipe para uma das músicas, “On Hold”

O vídeo tem direção de Alasdair McLellan e foi todo gravado em Marfa, no Texas, Estados Unidos, região em que o xx compôs e gravou trechos do próximo disco. “Temos muito amor e respeito pelas pessoas nos Estados Unidos”, diz a banda. “Esperamos que esse vídeo reflita um pouco do calor e da hospitalidade que encontramos aí.”

“On Hold”, novo single do trio britânico, contém samples do hit de 1981 “I Can’t Go for That (No Can Do)”, do icônico duo Hall & Oates. Produzido por Jamie XX, esse primeiro single mistura o vocal intimista de Romy Madley Croft à levada pop de Oliver Sim.

“I See You”, terceiro disco do xx, dá continuidade a “xx” (2009) e “Coexist”(2012) e foi produzido a quatro mãos, ao lado de Rodaidh McDonald – que já trabalhou  que já trabalhou com artistas do quilate de Adele e Vampire Weekend. O álbum já está disponível para pré-venda nos formatos digital, CD e vinil. No site do grupo ainda é possível encontrar um box com três canções bônus.

11/11/2016_09:00

Durante o ano de 2013, meses antes de morrer, o cantor, compositor e ícone dos anos 1970, Lou Reed, esteve nos estúdios Masterdisk, em Manhattan, com os amigos e coprodutores Hal Willner e Rob Santos para trabalhar num projeto que queria fazer havia muito tempo: a remasterização de todo o seu catálogo solo lançado pelas gravadoras RCA e Arista. Ele era um obcecado por áudio e, apesar de estar fisicamente debilitado, ia diariamente ao estúdio. Assim, foi redescobrindo a própria obra.

 “Ele ficava tão alegre ao redescobrir esses discos”, lembra Willner. “Poder estar sentado lá na sala com ele enquanto fazia isso… uau. Sentia-me a pessoa mais sortuda do mundo.” A intenção era relançar esses álbuns, remasterizados, em um box luxuoso contendo 17 discos no terceiro trimestre daquele mesmo ano – só que a saúde de Reed piorou e o projeto foi suspenso.

Após a morte do cantor, os produtores trabalharam junto com sua esposa, Laurie Anderson, para finalizar o livro que acompanha o box. Com isso, o projeto voltou a ser trabalhado. A obra está repleta de lembranças e fotos raras, incluindo uma que mostra Reed sorrindo e liderando um grupo vocal no show de talentos da escola.

O resultado de todo essa pesquisa é o recém-lançado “Lou Reed – The RCA & Arista Collection”. O box traz raridades e gravações descartadas, como o Bootleg Series, de Bob Dylan e parece ser a declaração final sobre o artista. A presença de Lou Reed se  foi mas sua música permanece aqui para o mundo e para as futuras gerações.

30/09/2016_09:00

Há exatos 35 anos, a icônica banda de rock Rolling Stones lançava o álbum “Tattoo You”. Foi o último da sequência de trabalhos iniciada com “Some Girls”, em 1978, prosseguido com “Emotional Rescue”, de 1980. O disco levou a banda de volta ao hype no mundo da música.

O long-play é basicamente composto por sobras de estúdio, capturados durante a fortuita década de 1970, e contém um dos hits mais conhecidos da banda, “Start Me Up”, que atingiu rapidamente o topo das paradas de sucessos da então renomada Billboard. O disco inteiro provou ser um sucesso, atingindo a marca de mais de quatro milhões de cópias somente nos EUA.

Planejado inicialmente para se chamar somente “Tattoo”, o título acabou sendo modificado, ganhando o “You”, mesmo sem que Jagger soubesse exatamente como. A mudança acabou causando certo mal-estar entre o vocalista e o guitarrista Keith Richards, que suspeitou que o companheiro de banda havia feito a mudança sem consultá-lo.

Chris Kimsey, produtor do álbum, falou em entrevista na época sobre o processo de elaboração do trabalho: “surgiu porque Jagger e Keith estavam passando por um período sem tempo. Havia uma necessidade de ter um álbum, e eu disse a todos que eu poderia fazer um álbum, que eu sabia o material que ainda estava lá.” A aceitação do público em relação ao disco foi instantânea, elevando-o ao top 10 nos EUA e Reino Unido, e as vendas foram sólidas com o LP recebendo disco de platina por quatro vezes.

A crítica também foi bastante positiva, com muitos conceituando o álbum como uma melhoria sobre o antecessor “Emotional Rescue”. Apesar que haver clipes para algumas antigas canções, como “Simpathy For The Devil” e “Respectable”, por exemplo, foi a partir do surgimento da MTV, em 1981, que os vídeos para apresentação das músicas passaram a ser um must have para qualquer composição que pretendese se tornar um hit.

Com isso, vários videoclipes foram produzidos para divulgar o disco e a banda entrou de vez no recém-criado cenário musical televisivo. De lá para cá, muito tempo se passou, mas o frescor e a vitalidade das música dos Stones continuam encantando. Tanto as antigas quanto as novas gerações perceberam que o rock and roll continua vivo e que música de boa qualidade nunca morre.

13/07/2016_15:56

No Dia Mundial do Rock, nós não poderíamos deixar passar em branco essa data tão significativa para nós, que possuímos o DNA rocker e nos orgulhamos disso. Preparamos uma surpresa para aqueles que possuem o gogó afiado e têm disposição.

Hoje, ao fazer suas compras em qualquer loja ELLUS, cante seu #rock favorito e ganhe uma mochila #ELLUSSPORTDLX. Sim! Basta cantar 10 segundos daquela canção que marcou a sua vida e levar a mochila para casa. Let’s rock together!