Arquivo da tag: nouvelle vague

22/05/2015_10:00

por CLÉO SANTIAGO

Boa notícia para quem admira o cinema francês: em julho, chega ao MIS (Museu da Imagem e do Som), em São Paulo, uma exposição especial em homenagem a François Truffaut. A mostra, já exibida na Cinemateca Francesa de Paris entre outubro de 2014 e fevereiro de 2015, conta com um extenso acervo doado pela família do diretor francês com desenhos, fotos, objetos, livros e revistas, roteiros manuscritos e figurinos, além de trechos de filmes e entrevistas de Truffaut.

A exposição também promete uma bela mostra paralela de filmes do diretor, roteirista, produtor e ator, onde não esperamos nada menos que os clássicos da Nouvelle Vague francesa.

Sala ELLUS montou um top 3 com trailers dos filmes que você não pode perder. Aperte o play.

“OS INCOMPREENDIDOS” (1959)

Antoine Doinel (Jean-Pierre Léaud) é um garoto de 14 anos que não recebe muita atenção de seus pais. O pré-adolescente, então, mata aula para ir ao cinema e sair com seus amigos. Certo dia, descobre sem querer que sua mãe tem um amante.

POR QUE NÃO PERDER: Este é o primeiro longa de Truffaut, que lhe rendeu o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Cannes de 1959.

“JULES E JIM – UMA MULHER PARA DOIS” (1962)

Jules (Oskar Werner) é um  judeu-alemão tímido e Jim (Henri Serri), um francês extrovertido. Eles se tornam grandes amigos e, em uma viagem para uma ilha um pouco distante da Grécia, eles vêem uma estátua com um sorriso encantador e, quando voltam à Paris, conhecem Catherine (Jeanne Moreau), uma jovem que se parece com a escultura. Logo, os três boêmios se tornam um trio inseparável, vivendo momentos agradáveis e o início de um triângulo amoroso.

POR QUE NÃO PERDER: Além de uma obra de arte, “Jules e Jim” conversa com o filme “Uma mulher é uma mulher” (1961), de Jean-Luc Godard, grande amigo pessoal e companheiro artístico de François.

“A NOITE AMERICANA” (1973)

Na França, começam as filmagens do longa “Je vous présente Pamela”, que conta a história de uma jovem inglesa que troca o marido francês pelo sogro. Truffaut atua como ator, vivendo Ferrand, o diretor. Alphonse (Jean-Pierre Léaud) é o inseguro galã; Séverine (Valentina Cortese), a diva perto da aposentadoria; e Julie (Jacqueline Bisset), viva protagonista Pamela, sempre à beira de um ataque de nervos.

POR QUE NÃO PERDER: ”A Noite Americana” é uma metalinguagem confusa e bem humorada — no estilo francês, é claro — sobre os sets de filmagem. Com esta obra, Truffaut foi indicado ao Oscar nas categorias Melhor Diretor e Melhor Roteiro Original, levando para casa a segunda premiação.

14/09/2012_14:22

Em sua 16ª edição, o Popload Gig traz a banda francesa Nouvelle Vague, conhecida do público brasileiro por suas versões intimistas de clássicos do punk-rock, post-rock e new wave. A apresentação, neste sábado,  dia 15 de setembro, no Cine Joia, será exclusiva e especial, no formato do musical “Dawn of Innocence”, dirigido pelo estilista e designer franco-marroquino Jean-Charles de Castelbajac.

Serão 18 músicas dos anos 80 ilustradas pelo designer e interpretadas pela banda em um espetáculo de imagens, luzes e sombras. Segundo JC/ DC, como o estilista é conhecido, a ideia é fazer com que o público seja transportado de uma música a outra pela essência pop dos anos 80, até “a beira do invisível”. Dawn of Innocence une música, arte e moda e fala de sensualidade e dos fantasmas das utopias. O figurino foi inteiramente desenhado pelo artista.

O espetáculo com a banda Nouvelle Vague será protagonizado pelas cantoras Mareva Galanter e Liset Alea, acompanhadas de dançarinos e do guitar-hero francês Cédric Le Roux. Uma das dançarinas de destaque será Zula Zazou, do famoso cabaré parisiense Crazy Horse.

Lindo o poster feito em tricot  pela Cristina Bertoluci especialmente para o show:

Assista a banda ao vivo  em Helsinki e saiba o que você vai perder se não for!

Mais infos sobre ingresso aqui!