Arquivo da tag: music branding

23/12/2015_10:00

,

por ANDRÉ PEREZ

O Natal está quase aí e, para entrar no clima, os nossos parceiros da Tecla Music fizeram uma playlist incrível de músicas natalinas. Já contamos aqui que a Tecla é a responsável pela música que você ouve em todas as ELLUS espalhadas pelo Brasil, mas o que talvez vocês não saibam é que a agência de branding musical tem um faro para resgatar músicas que a gente ama!

A nossa playlist natalina tem Beatles, Ramones, Julian Casablanca e Beach Boys — só para citar alguns highlights — e mescla canções das mais diferentes décadas. “Mistress for Christmas”, do AC/DC, por exemplo, data dos anos de 1990 enquanto “Marry Christmas Baby”, dos Beach Boys, remonta a 1964.

Sempre em dezembro, a banda americana The Killers lança canção natalina com videoclipe e destina a venda do single à instituição social RED (já falamos disso aqui). Em 2015, eles comemoram 10 anos deste projeto com “Dirt sledding”, mas a música escolhida pela Tecla para integrar o nosso mix foi “A great big sled”, de 2006, um dos clipes mais  divertidos de todo o compêndio natalino da banda de Las Vegas.

Mais curiosidades: “I wish it was Christmas today”, de Julian Casablancas, foi composta originalmente para o programa de comédia americano Saturday Night Live; a regravação de “Alone on Christmas day” do Phoenix foi produzida para “A very Murray christmas”, filme natalino de Sophia Coppola com Bill Murray que acaba de estrear no Netflix; “The Christmas song” é a música mais recente do do duo dinamarquês The Ravonettes.

Não deixe de ouvir “Last Christmas”, canção de 1984 do Wham! que, para nós do Sala ELLUS é tão icônica quanta “Santa Claus is coming to town“, que incluímos na voz de Bruce Springsteen. 

Pode agradecer: demos um motivo e tanto para você se tornar o centro das atenções na sua ceia de Natal. Nem precisa dizer que fomos nós quem motamos. Aperta o play!

05/04/2012_16:10

Pedimos pra a agência Tecla Music Branding, gestora musical de nossas lojas, gravar um mixtape especial para a SALA ELLUS, com os hits que estão tocando agora nas nossas caixas de som. Ficou muito chic e uma delícia de ouvir.

Aperte o play e leia a entrevista que fizemos com a querida Lucia Jaimovich, uma das sócias da Tecla, os cariocas que espalham música boa pela cidade. Entenda mais sobre o tal “music branding”.

Audio MP3

1. Quando vocês começaram e por quê?
Nossas conversas começaram em 2007. A gente percebeu que as pessoas cada vez mais se interessavam e consumiam música. E também, que as marcas não estavam acompanhando esse movimento.

Na nossa experiência com marketing, a gente entendeu que existia essa abertura no mercado. Não existia nenhuma agência que orientasse as marcas quando o assunto fosse música; que as ajudasse a se expressar através do som, de estéticas sonoras, etc.

Daí criamos a TECLA, em 2008.

De lá para cá, o termo ‘music branding’ já foi bastante distorcido. O que fazemos vai bem além da trilha para as lojas. Mas claro, a gente ama fazer esse trabalho.

Para a moda no varejo, este é principal contato que o público tem com a marca – a experiência dentro da loja, escutar aquela música que ele adora ou que nunca ouviu, sorrir e perguntar para o vendedor ‘o que é isso que tá tocando’? Isso acontece muito e para a gente é extremamente gratificante ter esses feedbacks. É o nosso olhar, nossas pesquisas, chegando a quem tem que chegar: os clientes dos nossos clientes.

 2. Os envolvidos com a tecla são djs, ou eram djs que abriram as portas para a internet?
Léo (Léo Hazan), Satta (Paulo Sattamini) e eu somos amigos desde a infância e sempre tivemos em comum a paixão por música.

Eu e Léo estudamos marketing juntos na faculdade. Eu sempre fui ligada em marketing sensorial, quando trabalhava com eventos corporativos e depois, como gerente de marketing de uma marca de moda aqui no Rio.  Enquanto isso, o Léo via o mercado de Telecom de dentro e acompanhou surgimento do Mobile no país.

O Satta estudou publicidade, se especializou em produção musical e tinha empreendido numa outra área. Mas desde muito cedo, ele sempre recebia pedidos de amigos para passar dicas de música, encher o iPod, essas coisas. Depois esses pedidos começaram a vir de produtoras de video para trilhar programas, outros para tocar em festas, e aí ele começou a entender que poderia viver do que mais amava.

O Satta é o nosso diretor de criação. É ele quem comanda as pesquisas e as trilhas para os clientes aqui na TECLA.

E foi juntando nossas especialidades – Satta com a pesquisa, Léo com o mercado, soluções e interatividade e eu com o sensorial, que vimos que o time estava completo para começar.

Paralelamente, desde 2007, Satta e eu fazemos parte de CALZONE, um coletivo de DJs que o João Brasil (mago dos mashups), Bruno Natal, Pedro Seiler e Lucas Bori (criadores do Queremos) e Filipe Raposo, que é diretor de criação de uma agência aqui no Rio, também são integrantes.

 3. Nos dê um panorama geral do que tá rolando agora em nossas lojas, de música e tendência.
Para a mixtape, garimpamos dentro do repertório que está tocando nas lojas e juntamos algumas faixas que tem sido super bem faladas como esse remix da Lana Del Rey, que abre a mixtape, e esse de Love Is The Drug, do Roxy Music. Tem também uns artistas que não podem ficar de fora, que o público já reconhece a estética e a sonoridade, que são a cara da Ellus e que estão de disco novo; como Santigold, Ting Tings, Chairlift, e Miike SNow – que a gente adora e ajudou a trazer com o primeiro Queremos que rolou, em 2010. No geral, a mixtape está com uma vibe bem upbeat e feliz, e também com uma pegada da alma rock n’ roll que a Ellus carrega, sem perder o clima sexy e sofisticado, que pra mim, o Little Dragon faz melhor que ninguém. Sou muito fã!

Playlist:

Born To Die (Mattanoll Final Remix) Lana Del Rey
Alligator
Tegan and Sara
Disparate Youth
Santigold
Helena Beat Foster the People
Happiness
Sam Sparro
Shuffle A Dream
Little Dragon
Body Rock
Best Friends
Paddling Out
Miike Snow
One By One
The Ting Tings
Now Now Now (The C90s Remix) The Penelopes