Arquivo da tag: lançamento

10/04/2015_09:00

por MILENA COPPI

Sabe aquela banda que seu pai sempre escutou, e hoje figura no top 10 do seu iPod? Ou aquela camisa superestilosa — vintage, se preferir — herdada dele? Essas referências, coisas que passam de pai para filho, foram a inspiração para a ELLUS criar uma linha dedicada aos pequenos, que, assim como seus pais, já nasceram com um pezinho fashionista.

A linha infantil, batizada de ELLUS KIDS, foi lançada no fim de março, durante o Fashion Weekend Kids, no Shopping Cidade Jardim. Totalmente em sintonia com o DNA urbano e provocativo da ELLUS, a coleção de inverno 2015 traz peças cheias de bossa para meninos e meninas de 4 a 14 anos.

São t-shirts de bandas e jaquetas de motocross, tudo diretamente referenciado na festejada rebeldia da ELLUS — que, como você já sabe se inspirou no grafite das tribos urbanas de Nova York para o seu inverno 2015. Este tema é refletido na ELLUS KIDS, que traz camisaria xadrez e calça skinny para quem é roqueiro desde o berço.

Embora ainda não tenha data oficial para chegar às lojas, nossa linha de meninos e meninas pode ser encontrada na Online Store a partir de… hoje! Mas adiantamos que as filiais da Oscar Freire e da Cidade Jardim serão as únicas da rede que comercializarão as peças infantis. Mas pode esperar: contamos no nosso Instagram quando o lançamento for confirmado!

Sortudos foram nossos miniconvidados que estiveram no desfile da marca no Fashion Weekend Kids, que aconteceu na Cidade Jardim. Na passarela da ELLUS KIDS, muito estilo embalado pelas músicas de Anitta (que estava presente).

A after-party aconteceu na nossa loja, onde estava sendo promovida uma pré-venda especial ciceroneada pela gatinha mais famosa do mundo, a Hello Kitty.

09/03/2015_10:00

por  IGOR FIDALGO

Finalmente, chegou o dia: embora as 25 canções oficiais tenham vazado em fevereiro, o lançamento do novo álbum de Madonna, “Rebel heart”, seguiu a data prevista; começou nessa sexta, com a première europeia, mas a data mundial de estreia é amanhã.

Em uma espécie de aquecimento digital para a chegada do novo disco, a cantora postou uma série de memes na sua conta do Instagram. Em cena, personalidades históricas e irreverentes reproduzindo a capa do projeto, onde a cantora aparece amarrada com um fio preto, tipo um cabo de equipamento sonoro.

Inicialmente criticados por fãs na própria timeline da cantora — Madonna chegou a ser chamada de racista e desrespeitosa — os memes, segundo ela, eram homenagens a “corações rebeldes”. Além de produzir montagens, a pop star também republicou sátiras produzidas por fãs (como no caso da arte abaixo em que a cantora Miley Cyrus aparece manipulada para se encaixar no rosto de “Rebel heart”).

Abaixo, os 11 memes que ficaram na nossa cabeça.

É notável o respeito de Madonna por Miley Cyrus. Depois que participou do “Unplugged MTV” do álbum “Bangerz”  (clique aqui para rever o medley da dupla misturando “Don’t tell me” com “We can’t stop”), a Rainha do Pop passou a publicar fotos da ex-Hannah Montana com declarações juvenis de afeto.

No meme acima, só a legenda chama mais atenção do que a montagem: “Bitch, I love you”.

Não é de hoje também que fãs de Madonna e Lady Gaga se odeiam. A rixa foi amplifica na “MDNA tour”: a popstar sampleou “Born this way”, hit de Gaga, dentro da performance de “Express yourself”, e terminou cantando “She’s not me” (que, em bom português, quer dizer “ela não sou eu”).

Mas postar a imagem acima, dizendo que amava Lady Gaga, fez a gente ficar um pouco confuso.

Até a estátua do Cristo Redentor foi parar no perfil da cantora. Inicialmente postada por Riccardo Tisci, da Givenchy, ela republicou a imagem dizendo que o Cristo foi um dos primeiros “rebel hearts”.

Mona Lisa também ganhou leitura pop…

Michael Jackson foi homenageado por fãs.

“Bob Marley cantava por um único amor”, escreveu Madonna sobre o ícone do reggae. Coincidência ou não, “Rebel heart” traz a primeira incursão da cantora no ritmo jamaicano, a malemolente “Unapologetic bitch”.

Sobrou até para Homer Simpson!

Segundo a Rainha do Pop, o ativista pelos direitos civis, Martin Luther King, foi “um coração rebelde com um sonho”.

Já o líder sul-africano Nelson Mandela foi laureado graças a sua constante luta pelo fim do apartheid.

O artista Jean-Michel Basquiat, uma das mentes criativas que serviu de referência para o inverno 2015 da ELLUS, apareceu logo após as críticas de racismo.

A foto foi usada pela cantora para dizer que ele era admirado por ela e que nenhum dos “rebel hearts” anteriores eram perfeitos, pois eram “humanos, mas, em comum, todos lutavam pela liberdade como guerreiros”. Por isso, inspiraram ela como artista e como pessoa.

Elvis Presley foi homenageado no seu aniversário…

E até a premiação do Grammy virou uma brincadeira com a capa do CD. Foi a forma que a cantora usou para avisar que se apesentaria no evento.

Se você (assim como nós) está obcecado com o lançamento de “Rebel heart” — que, segundo os críticos, promete ser o melhor álbum de Madonna desde “Confessions on a dancefloor” (2005) —, não deixe de seguir a cantora nas redes sociais. Ela, que antigamente só atualizava sua fan page no Facebook com notícias de carreira, tem compartilhado momentos de vida pessoal pelo Twitter, já bateu papo com fãs no Reddit, tem andado no Google Plus e, há um mês, lançou sua conta no Snapchat com o clipe de “Living for love”.

No Instagram, a nova campanha para responder perguntas de fãs pede que sejam gravados vídeos até às 19h de hoje com a hashtag #AskMadonna.

As respostas serão dadas nos comentários dos vídeos dos fãs, pela própria cantora, na tarde desta terça-feira, quando “Rebel heart” estará disponível para o mundo todo — inclusive para download no iTunes.

02/03/2015_10:00

Como de costume, a quarta edição do Jornal ELLUS adiantou os temas e as tendências da nossa coleção de inverno 2015. Em suas páginas, você pode conferir uma série de editoriais — alguns deles, estrelados pela top Carol Trentini e pelo ator Cauã Reymond — que ilustram uma história que vem sendo contada desde novembro com o desfile na São Paulo Fashion Week.

Prepare-se: o inverno da ELLUS está muito elegante e cosmopolita, com aquela pegada urbana e cool que é a nossa cara.

A Praça das Artes foi o cenário escolhido para o desfile. Inspirada nas gangues de rua oriundas dos anos 1980 (como já contamos aqui), a coleção atualizou o jeans com aplicação de paetês transparentes (que mantêm a textura do material, garantindo um brilho além), bordados de patches e lavagens tipo used (beneficiamento que deixa as peças com aspecto de usado).

Destacaram-se também os itens de couro emborrachado e vinil, as formas infladas e o pontos de cores em neon. No Jornal ELLUS, vemos o complemento comercial desta história: o jogging denim é jeans construído por meio de uma tecnologia inovadora onde, na camada interna, o toque é de moletom; por fora, se mantém as características essenciais do famoso jeans premium da ELLUS. 

Em contraste com a rebeldia das gangues, temos as peças em laundry twill, nome da cartela principal dessa estação (cáqui, camelo, terra, tabaco). Em cena, uma pegada nômade e aventureira com shapes militaristas.

Inspirada no trabalho do artista urbano Stephen Sprouse, a padronagem camuflada ganha releituras artsy, como o padrão clássico em tons de verde com acento fluo. O neon aparece também em vestidos e calças em cortes de alfaiataria, sofisticando ainda mais a inspiração do grafite.

Algumas das nossas lojas já estão renovadas com a coleção, mas todo o desejo acerca da moda referenciada pela transgressão da juventude criativa da décadas de 1970 e 1980 estão à sua disposição, a um clique: alinhada com o poder de decisão da sociedade cosmopolita do século XXI, a coleção de inverno da ELLUS já está disponível na nossa Online Store.

Navegue: leia o jornal, consuma os editoriais e assista o nosso fashion film para entender como a a ELLUS reforça a sua essência provocativa e sofisticada ao dar tratamento de luxo à moda de rua.

05/03/2012_23:00

Nossa loja no Shopping Iguatemi em SP foi a primeira a receber a nova coleção de outono inverno.

Confira alguns minutos na troca de vitrine enquanto a equipe de programação visual organiza, troca e muda tudo por lá.