Arquivo da tag: inverno

03/02/2016_15:00

Nessa segunda-feira, a ELLUS recebeu um time de jornalistas das principais revistas de moda do Brasil para uma apresentação de sua coleção de inverno.

Realizado pela Index Assessoria, o press day da InBrands (plataforma gestora da ELLUS, da Ellus Second Floor e das demais marcas que integram o grupo) movimentou toda a nossa sede, com rostos que sempre são vistos nas primeiras-filas de nossos desfiles da São Paulo Fashion Week.

Como você sabe, nossa nova coleção (que chega às lojas em abril) investe na tecnologia que conjuga conforto e estilo. Estratégia de moda que começou com o lançamento da linha ELLUS Jogging Denim, a mistura de esporte com a moda norteou os comentários de revistas especializadas como Marie Claire, Revista Estilo, Harper’s Bazaar, VIP, GQ, Claudia e Contigo! nas redes sociais.

time da Vogue, representado pela diretora de redação Daniela Falcão, pela redatora-chefe Silvia Rogar e pela editora de moda Vívian Sotocórno, escreveu no Instagram da revista: ”Além do tema sport deluxe do desfile, a coleção busca inspiração também no Arizona”.

No radar da bíblia da moda, os looks acima, sobre os quais escreveram: “No clique, looks da linha Collection da ELLUS, como a ótima bomber de seda laranja, que faz referência ao esporte de demolição de carros que é hit no estado norte-americano”.

As meninas da equipe Cosmopolitan, se disseram “apaixonadas pelos florais em tons de inverno” da nova coleção.

Já a revista L’Officiel aproveitou o momento para dar ênfase à sua edição de fevereiro na capa em tributo a David Bowie, com direito a um mosaico de nove fotos postado no Instagram da publicação, com a top Thairine Garcia posando de look total ELLUS (clique aqui para acessar a timeline da L’Officiel).

Go Where Luxo fez coro sobre a Ellus Sport Dlx (“Bem vindo à academia fashion: essa é a proposta da nova linha da Ellus”), enquanto o blogueiro Luiz Mazilli parece ter gostado bastante do conceito, elogiando o “#sportdeluxe que a marca cria para o mercado brasileiro”.

A revista Glamour e o site Chic adoraram a pegada cartoon do inverno da Ellus Second Floor, cuja nova coleção contempla diferentes momentos de super-heróis na história.

A divertida bolsinha da máscara do Batman aos anos 1960 fez um supersucesso, a conferir pelo comentário da Elle Brasil: ”Temos certeza que os fãs do Batman vão amar a nova coleção”.

Nós também temos certeza!

16/10/2015_11:47

por MARAYSA FIGUEIREDO

Vimos ontem que a história da ELLUS e do SPFW estão mais que ligadas: desde o início do evento, a ELLUS esteve presente. Lá se vão 21 anos de muita moda e parceria. Hoje vamos relembrar como foram verões e invernos de 2008 até hoje.

Pegue seu lencinho, pois emoção não falta nessa “sessão nostalgia”:


Muito rock e esporte para celebrar o verão de 2008. A parka aparece como a peça queridinha da estação. Já no inverno do mesmo ano, a estação Julio Prestes recebeu a coleção, com direito a chegada das modelos em trem com buzina e tudo. O  tema de “Urban Knights” e as sobreposições marcaram o desfile.

O fundo do mar inspirou o verão de 2009 e de repente a sala de desfile virou um aquário para receber a coleção “Underwater”. Os modelos Grabiel Grandi, Jéssica Brandi e Kelly nadavam felizes no aquário de 12 metros de altura, 2 metros de profundidade e 2 metros de largura.

Agyness Deyn deu as boas vindas ao nosso inverno, que teve como tema os operários dos subúrbios londrinos. O couro foi o destaque desta coleção.

 Motoqueiros usando jeans de lavagem clarinha e vestidos com shapes fluidos, que eram acompanhados por jaquetas cropped deram o tom do verão 2010, que teve Cintia Dicker exibindo toda a sua ruivisse na passarela. Já o inverno contou com a presença de Jesus Luz, abusando em tons escuros, na coleção que recebeu o nome de “proteção”.

O verão 2011 veio bem no mood praiano: tinha crochê, estampas, tudo muito confortável, com direito a alpargatas coloridas. Prints florais para eles foram o  ponto alto. O jeans, claro, não foi esquecido e deu o ar da graça em camisas. Novidades mil no inverno 2011: nada de modelos e passarela. No lugar, um projetor e um telão, onde toda a coleção passou diante dos olhos de jornalistas, como um sessão de cinema. Urbana, a coleção veio em tons de branco, prata e preto, provando que a modernidade batia à porta.

No verão 2012 teve Aline Weber, teve banda e muita festa! Tons claros se integravam ao streetwear que é parte do nosso DNA. Já o inverno foi de rock e couro, cheio de detalhes onde Aline Weber mais uma vez arrebentou!

Um mergulho noturno no verão 2013 para a coleção “Night Diving”, onde efeitos metalizados aparecem até no couro. No inverno, clima fetichista  no tema “Police”, que tinha transparências, fendas, botas e uma algema moderna, com corrente ligando o pescoço ao pulso.

Uma viagem de moto pela Índia foi a inspiração para o verão 2014, onde os tons terrosos apareciam em sedas e organzas metalizadas. A top Lindsey Wixson abriu o desfile com uma das estampas queridinhas da coleção: um floral camuflado que deu o que falar.

Diretamente do Salão Nobre do Theatro Municipal, a nossa diretora criativa Adriana Bozon tinha um desafio: apresentar o jeans de uma maneira nova. A inspiração eram os esportes de montanha, o guarda-roupa clássico do lenhador e Japão, principalmente o jeans bruto característico dos japoneses. Assim foi o inverno 2014!

No verão 2015, que teve Cauã Reymond na passarela, a mistura de materiais como o natural e o sintético, o artesanal e o industrial foram o ponto de partida para a coleção sportswear. O inverno 2015 comemorou nossos 42 aninhos e a inspiração foi o filme “The Warriors” e as gangues de rua. Preto, branco, cinza, verde limão (que  apareceu nos desejado coturnos!), pink, dourado e caramelo foram as cores da estação, que tinha até patchwork de pele de cobra.

Chegamos ao verão 2016 com Marrakech como pano de fundo para uma mulher contemporânea, que viaja e traz absorvidas em si todas as culturas que conhece. O Marrocos fez com que a passarela se transformasse em tapeçaria e as peças apareceram cobertas de ouro e areia, cores principais da coleção, que teve Carol Trentini como musa.

Não foi uma delícia relembrar todos esses momentos da trajetória da Ellus no SPFW?Agora que a sessão nostalgia acabou, preparem seus casaquinhos, pois o inverno vem ai… O que será que ele nos aguarda? Confira em breve no Sala Ellus tudo sobre a próxima coleção.

15/10/2015_18:01

por MARAYSA FIGUEIREDO

O tempo passa, o tempo voa e lá se vão 43 anos de ELLUS. Nesta conta, é bom destacar que há 21 anos a marca de Nelson Alvarenga e Adriana Bozon lança coleções na maior semana de moda do País. Nos longínquos anos de 1994, a ELLUS fazia sua estreia no Morumbi Fashion, evento percursor do atual São Paulo Fashion Week.

Depois de tantos momentos, histórias e emoções, eis que começa mais uma edição do SPFW e quarta-feira, dia 21/10, é o nosso grande dia! Já que recordar é viver, a Sala ELLUS montou uma retrospectiva de dois posts com os principais desfiles que temos registro. Prepare-se: a maratona fashion vai começar!

As passarelas de 1999 do Morumbi Fashion anunciavam o verão do novo milênio e sim, nós marcamos este momento com Kate Moss! 

Todos os olhares miraram na top inglesa, que depois usar um biquíni com patchwork de denim ao lado do modelo Paulo Ferreira, emprestou a sua celebrada imagem heroin chic para um novo conceito criado pela ELLUS: o hippie chic.

Logo as temperaturas despencaram nas passarelas, dando início ao inverno 2000. Era a 8° edição do Morumbi Fashion e o hot-moment ficou por conta da modelo sudanesa Alek Wek, que veio para apresentar a coleção “Terra” no nosso desfile.

Ela ficou no Brasil um tempinho e logo depois posou para uma das nossas campanhas, a primeira vez que apresentamos jeans acobreado e em tons de marrom.

Ana Claudia Michels tinha só 19 aninhos quando invadiu o verão 2001 da Ellus. Mas o destaque da coleção foi a participação de Talytha Pugliese, Caroline Ribeiro e Mariana Weickert como “Ellus Angels”.

Conceito diretamente inspirado no remake de “As Panteras” que estreava naquele ano nos cinemas, a estratégia também inspirou uma das mais memoráveis campanhas da marca de jeanswear.

Já a inspiração para o inverno 2001 foi o “school glam” e o jeans foi a base para grafismo e até para a literatura. Arnaldo Antunes participou da trilha do desfile e, de quebra, criou dez  poemas para a Ellus, que foi estampado em 67 peças da coleção.

O nome era Madonna e o hit era “Like a Virgin”, e assim a Ellus já tinha tudo o que precisava para se inspirar para o verão 2002. Os shapes não estavam nas peças, mas sim no corpo, moldados a jeans, tule e mousseline. Quem duvida o quão divertido foi?

No inverno 2002 da Ellus, gentileza pouca, é bobagem! E o profeta mais gentil que esse país já teve o prazer de ver foi a inspiração da temporada, que trouxe mulheres com ares de guerreiras, mas muito sexys, afinal.

Festa e rock n’ roll: a Ellus comemorava 30 anos de vida com desfile arrasador, com direito a sequência de topless! Com inspiração nos piratas urbanos e perfume setentista com um quê folk, a festa teve direito a banho de champagne no final.

Muito antes dos 50 tons de cinza, a Ellus levou para sua passarela de inverno 2003 o mundo do fetiche, das fantasias sexuais e do sadomasoquismo. O preto e o couro não podiam faltar.

O verão 2004 foi da mulher que transita por aí sem medo, conhecendo mil culturas e sendo influenciada por tudo isso… O resultado pode ser visto em peças delicadas, com sweet colors e flores aquareladas de encher os olhos.

Já o inverno 2004 veio colorido e com inspiração hippie. Nosso icônico jeans recebeu de braços abertos batas, chapéus e botas de cowboy, num clima pra lá de western.

Tudo preto no branco,  smoking, camisas e coletes desfiados. No verão de 2005, Carol Trentini dava início a uma longa e feliz parceria com a Ellus. De quebra, ainda teve Erik Marmo para delírio geral.

Daniella Cicarelli desfilou um inverno 2005 cheio de atitude, bem street e com uma pegada neo-boemia. O nosso jeans apareceu sem lavagens, na essência, fazendo composições nada óbvias com saias ultraromânticas.

Mais uma vez Carol Trentini deu o ar de sua graça e deixou o verão 2006 da Ellus com muito mais cor, em edição que teve cenografia especial na passarela.

E fez-se neve! Com babados, mangas bufantes, sedas, tafetás e muita leveza, a Ellus voou junto com a “mulher pássaro” e fez da passarela um show à parte, com Carol Trentini encarando a mulher forte e ao mesmo tempo glamourosa.

O cenário do nosso desfile verão 2007 foi tão incomum quanto apaixonante: em um busque do Parque Ibirapuera. Um inverno de estampas e amores, com Letícia Birheuer tão estonteante quanto colorida.

O “caos urbano” invadiu o streetwear, que trouxe de volta Letícia Birkheuer para a passarela no nosso inverno 2007.

Ficou gostinho de quero mais? Amanhã você confere mais momentos marcantes na trajetória da Ellus no SPFW!

01/06/2015_10:00

Tem quem taxe a peça de careta, mas a camisa polo é um clássico dos armários masculinos. Emergiu após ser usada pelo tenista René Lacoste em 1926, tempo em que o esporte era praticado com camisas de mangas longas e gravatas. Da quadra para o mundo, se tornou o que é por entrar em cena criando looks classudos com conforto infinito.

Diante de uma extensa cartela de cores, a máxima é a mesma: pensar na tonalidade da própria pele para conseguir avaliar. Ainda em dúvida? A escolha de cores mais neutras talvez ajude. Perceba a camisa como um básico que, no inverno, ganha ainda mais possibilidades com sobreposições de suéteres e casacos.

Na Online Store, uma série de modelos já está disponível. Há quase 100 anos, a camisa pode ser usada com tudo e vai provar, mais uma vez, que rótulos não servem para nada.

Clique aqui para comprar esta polo na Online Store.

Clique aqui para comprar esta polo na Online Store.

Clique aqui para comprar esta polo na Online Store.

Clique aqui para comprar esta polo na Online Store.

Clique aqui para comprar esta polo na Online Store.

27/05/2015_10:00

por RAISA CARLOS DE ANDRADE

As mínimas quedas nas temperaturas já nos lembram dos casacos. No armário masculino, a volta dos que não foram: blazers, ajustados e esportivos, revisitam um clássico do guarda-roupas inglês.

Pete Doherty, à frente do Libertines, foi quem revelou a tendência, no início dos anos 2000.

Marido de Kate Moss na época, Pete sabe das coisas. Além de ser capaz de alongar o corpo, a modelagem slim fit dá ar contemporâneo e mantém uma certa formalidade, sobretudo em contraste ao jeans. É o que fecha o look rocker classudo que volta ao peito e nos lembra que dá para botar uma peça a mais, para os dias mais fresquinhos que estão por vir.

As cotoveleiras aplicadas ao blazer fogem do lugar comum e tornam a peça ainda mais versátil. A dica é ficar atento ao caimento, que deve se manter confortável, e ao comprimento dos mangas, para que estejam no lugar exato: ela deve terminar no osso do pulso, deixando um sutil espaço para a manga da camisa.

Clique aqui para comprar este blazer na Online Store.

Clique aqui para comprar este blazer na Online Store.

Clique aqui para comprar este blazer na Online Store.