Arquivo da tag: disco

03/03/2015_09:00

por ALEXIA CHLAMTAC

Se você é fã do Arcade Fire, saiba que o compositor e músico Will Butler, um dos integrantes da banda, lança seu primeiro álbum solo no dia 10 de março, para os países da América do Norte. Seis dias depois, a Merge Records, mesma gravadora do Arcade Fire, libera ”Policy” para o resto do mundo.

Em recente coletiva, Butler contou à imprensa que artistas como John Lennon, Bob Dylan, Violent Femmes, The Breeders, The Modern Lovers, Smokey Robinson, The Magnetic Fields e Ghostface Killah influenciaram o disco. O material, de acordo com o cantor, foi inspirado na música tradicionalista americana feita por estes artistas.

O tempo de gravação foi, digamos, um récorde: Butler passou apenas uma semana dentro do Electric Lady Studios, QG musical montado na antiga casa de Jimi Hendrix. O baterista do Arcade Fire, Jeremy Gara, contribuiu em alguns dos arranjos, outros artistas amigos colaboraram com backing vocals, mas, pasmem: a maior parte dos instrumentos foi gravada pelo próprio Will Butler.

O multi-instrumentista tem afeição por estruturas musicais tradicionais, com arranjos limpos. “A sonoridade é experimental apenas no ataque à consistência como um requisito para a sinceridade. As canções são nervosas, amorosas, cansadas, honestas e idiotas”, diz ele que, no clipe de “Anna” (que você vê no meio deste post), dança desajeitadamente charmoso, deixando escapar um pouco de cada um destes adjetivos.

05/02/2015_22:34

por ISA TENÓRIO

Tirar da capa, limpar a poeira com um paninho, colocar no prato, posicionar a agulha com todo cuidado. Depois de alguns segundos de suspense e das deliciosas notas sujas que só os long-plays têm, começa a primeira faixa do disco. Esta é a sensação que um vinil proporciona: ficar sentado ao lado da picape (há que ainda tenha vitrola — muito mais charmoso, aliás), vendo a rodela rodando infinitamente.

A turma hipermoderna (termo cunhado pelo filósofo Gilles Lipvetsky), que ouve música em aplicativos como Spotify, Rdio e Deezer, certamente não entendem a sensação que outras gerações tiveram a fazer a primeira audição de um disco de vinil.

Aos amantes deste ritual, damos boas notícias: desde 2013, as vendas de LPs aumentaram nos Estados Unidos, no Reino Unido e no Brasil, mostrando que a mídia fonográfica está mais viva do que nunca.

Prova disto é o programa “Minha loja de discos”, cuja segunda temporada está em reprise no canal a cabo BIS (segunda-feira, às 19h). Dirigida pelo jornalista Rodrigo Pinto (abaixo), a série documental percorre os lendários empreendimentos especializados em LPs do Reino Unido, um grupo que persistiu quando as vendas dos discos começaram a cair. Os proprietários contam como sobreviveram ao advento do compact-disc e à música digital, além de conectar Pinto a clientes que são verdadeiros entusiastas da cena.

Jack White é um dos músicos que capitaneiam a (re)difusão do formato. O seu segundo álbum solo, “Lazaretto”, vendeu mais de 40 mil bolachas.

Segundo a SoundScan, órgão responsável pelos números referentes à indústria, o disco de 2014 tornou-se o vinil mais vendido em uma semana desde 1994 (ultrapassou as vendas de “Vitalogy”, do Pearl Jam). 

Os britânicos do Arctic Monkeys, o duo Daft Punk e os queridinhos indie The Strokes também são incentivadores do movimento em prol da volta dos bolachões.

Brasileiros não ficam atrás: Fernanda Takai, Pitty e Nação Zumbi também entraram na onda e lançaram seus álbuns no formato LP. A banda carioca Glass N’ Glue, liderada pela stylist Marininha Franco (que faz um rock sexy e supercool que a ELLUS ama), dividiu as músicas do álbum de estreia, “Give me some of your dreams”, em três compactos coloridos (abaixo).

Com o aumento da produção dos vinis, a venda de toca-discos também aqueceu o mercado. Pasmem: modelos modernos vem até com entradas USB.

Ficou com vontade de se confortar na poltrona degustando aquela textura sonora que só os long-plays te dão? Abaixo, um top 5 da onde você pode comprar discos, picapes e quetais.

1) EM SÃO PAULO: na Rhythm Records, dentro da Galeria do Ouro Fino (Rua Augusta, 2690 – Cerqueira Cesar).

2) NO RIO DE JANEIRO: podem ser encontrados na loja Tracks (Praça Santos Dummont, 140 – Baixo Gávea).

3) EM BELO HORIZONTE: na All Wave Discos (Rua do Rio de Janeiro, 630, loja 44 – Centro).

4) EM BRASÍLIA: no Berlin Discos (Setor de Diversões Sul, Edifício Miguel Badya, bloco L, loja 63).

5) EM CURITIBA: no Vinyl Club (Rua Ébano Pereira, 196, loja 05).

25/10/2012_17:44

O arquiteto Guto Requena responsável, entre outros projetos incríveis, pelo escritório do Google no Brasil e pela nova loja Ellus Deluxe no Shopping Morumbi redesenhou a boate Disco em São Paulo, com colaboração de Kleber Matheus, nosso diretor de arte. O site ultra cool  yatzer.com também publicou a notícia. Chic.

Guto Requena, arquiteto da loja Ellus e do club Disco em foto do site Eye 4 Design.