Arquivo da tag: daft punk

05/02/2015_22:34

por ISA TENÓRIO

Tirar da capa, limpar a poeira com um paninho, colocar no prato, posicionar a agulha com todo cuidado. Depois de alguns segundos de suspense e das deliciosas notas sujas que só os long-plays têm, começa a primeira faixa do disco. Esta é a sensação que um vinil proporciona: ficar sentado ao lado da picape (há que ainda tenha vitrola — muito mais charmoso, aliás), vendo a rodela rodando infinitamente.

A turma hipermoderna (termo cunhado pelo filósofo Gilles Lipvetsky), que ouve música em aplicativos como Spotify, Rdio e Deezer, certamente não entendem a sensação que outras gerações tiveram a fazer a primeira audição de um disco de vinil.

Aos amantes deste ritual, damos boas notícias: desde 2013, as vendas de LPs aumentaram nos Estados Unidos, no Reino Unido e no Brasil, mostrando que a mídia fonográfica está mais viva do que nunca.

Prova disto é o programa “Minha loja de discos”, cuja segunda temporada está em reprise no canal a cabo BIS (segunda-feira, às 19h). Dirigida pelo jornalista Rodrigo Pinto (abaixo), a série documental percorre os lendários empreendimentos especializados em LPs do Reino Unido, um grupo que persistiu quando as vendas dos discos começaram a cair. Os proprietários contam como sobreviveram ao advento do compact-disc e à música digital, além de conectar Pinto a clientes que são verdadeiros entusiastas da cena.

Jack White é um dos músicos que capitaneiam a (re)difusão do formato. O seu segundo álbum solo, “Lazaretto”, vendeu mais de 40 mil bolachas.

Segundo a SoundScan, órgão responsável pelos números referentes à indústria, o disco de 2014 tornou-se o vinil mais vendido em uma semana desde 1994 (ultrapassou as vendas de “Vitalogy”, do Pearl Jam). 

Os britânicos do Arctic Monkeys, o duo Daft Punk e os queridinhos indie The Strokes também são incentivadores do movimento em prol da volta dos bolachões.

Brasileiros não ficam atrás: Fernanda Takai, Pitty e Nação Zumbi também entraram na onda e lançaram seus álbuns no formato LP. A banda carioca Glass N’ Glue, liderada pela stylist Marininha Franco (que faz um rock sexy e supercool que a ELLUS ama), dividiu as músicas do álbum de estreia, “Give me some of your dreams”, em três compactos coloridos (abaixo).

Com o aumento da produção dos vinis, a venda de toca-discos também aqueceu o mercado. Pasmem: modelos modernos vem até com entradas USB.

Ficou com vontade de se confortar na poltrona degustando aquela textura sonora que só os long-plays te dão? Abaixo, um top 5 da onde você pode comprar discos, picapes e quetais.

1) EM SÃO PAULO: na Rhythm Records, dentro da Galeria do Ouro Fino (Rua Augusta, 2690 – Cerqueira Cesar).

2) NO RIO DE JANEIRO: podem ser encontrados na loja Tracks (Praça Santos Dummont, 140 – Baixo Gávea).

3) EM BELO HORIZONTE: na All Wave Discos (Rua do Rio de Janeiro, 630, loja 44 – Centro).

4) EM BRASÍLIA: no Berlin Discos (Setor de Diversões Sul, Edifício Miguel Badya, bloco L, loja 63).

5) EM CURITIBA: no Vinyl Club (Rua Ébano Pereira, 196, loja 05).

06/12/2014_23:00

por IGOR FIDALGO

Há pouco mais de cinco anos, era o segundo semestre do ano que guardava as melhores surpresas musicais. Free Jazz, Tim Festival, Planeta Terra… Até o Rock In Rio, quando rola por aqui, acontece nesta época do ano. Mas os meses de março nunca foram os mesmos, desde que o Lollapalooza lançou sua edição brasileira.

O line-up de 2015 está quente. Divulgado há duas semanas, segue a tradição de misturar medalhões do rock mundial com talentos emergentes da cena indie. Se você ainda tem dúvidas se deve adiantar o seu ingresso do Lolla (atenção, rockers: o primeiro lote já acabou), nós montamos uma lista com cinco motivos para você se decidir já.

1) THE END IS THE BEGGINING IS THE END

Você é dos que convalesceram pelo fim do Smashing Pumpkins em 2000? Celebre a boa vida de Billy Corgan (único remanescente do grupo original) num dos principais shows do dia 29.

Robert Plant, músico cuja carreira solo nunca alcançou o mesmo eco dos doze anos que cantou à frente do Led Zepellin, toca dia 28 ao lado da banda Sensational Space Shifters. Estamos curiosos!

2) STEADY AS THEY GO

Dois astros que, no papel de produtores musicais, são tidos como midas do mercado fonográfico atual encerram as duas noites do evento no palco principal. O sábado é de Jack White, que parte de nós nutre especial saudade pela fase dos The Reccounteurs, outra parte pelo The Dead Weather, projeto montado com Alisson Mosshart (do The Kills). No entanto, não há quem não seja grato pelo The White Stripes ter embalado nossas vidas por felizes 14 anos.

No domingo, dance feliz da vida com Pharrel Williams, o gênio que lançou um dos álbuns mais inventivos de 2014 (“Girl”), além de ser o nome por trás de recentes hits de Justin Timberlake, Madonna e Daft Punk.

3) BEST FRIENDS

Nunca é demais assistir de novo The Kooks (que estiveram por aqui em 2009), Interpol (cuja última passagem pelo Brasil data de 2011), Foster The People (ovacionados no Lolla de 2012) e Kasabian (que deixou todo mundo na vontade no Planeta Terra do mesmo ano, quando cancelaram a participação por motivo de doença).

Momento Last.FM: Se você gosta destas bandas acima, deve ficar de olho em Bastille, Kongos, St. Vicent (foto), Marina and the Diamonds e Alt-J, inéditos no Brasil.

4) FOLK-SE EM PORTUGUÊS

Amantes do folk deveriam prestar mais atenção na música fofinha que é feita por aqui. A Banda do Mar, que conta com Mallu Magalhaes, Marcelo Camelo e Fred Pinto Ferreira, toca no mesmo dia que a Baleia (foto), que se lançou com Maria Isabel Jobim no vocal. Mas a filha de Tom saiu do grupo para ganhar vida solo e eles seguiram fazendo versões bossa de hits gringos (“Toxic” em ritmo cabaré merece a sua busca no YouTube).

O (bom) cruzamento de Jupiter Maçã e Pink Floyd que os psicodélicos brazucas do Boogarins fazem rendeu a eles mais de 150 shows este ano. No passaporte da banda, carimbos de Estados Unidos, Itália, França, Bélgica, Inglaterra e Portugal.

5) HEY-HEY, YOU: WHAT’S THAT SOUND?!

A turma afeita de música eletrônica está bem servida. Chemical Surf, embora tenha um nome pra lá de lisérgico, tem um som supermaduro. Quem costuma fazer o fino nas baladas de deep house, vai fazer gosto.

A garotada vai curtir ver Skrillex de novo, que toca no Lolla pela segunda vez. Recentemente, Sonny John Moore (nome de batismo do DJ de dubstep) chamou atenção de Madonna (com Skrillex, na foto acima). Há boatos que ele produziu faixas para o novo CD da Rainha do Pop. Quem gosta de Skrillex, deve conhecer também o Vintage Culture, que retempera a clássica miami bass com etnias dançantes.

27/01/2014_15:30

Aperte o play para o show que tomou conta das redes sociais esse fim de semana!

Daft Punk, Pharrell William, Nile Rodgers e Stevie Wonder em um só palco, juntos, cantando Get Lucky, a música de 2013 e para muitos, a música da década. Assim foi a premiação do Grammy, cheia de shows sensacionais, cenário moderno, muita música, celebridades “cool” na plateia animadíssima e estilosa. Madonna, Beyonce, Jay Z, a nova sensação Lorde, os Beatles Paul & Ringo, todos arrasaram na atitude e no figurino.  We love it!

No site Virgula, os 10 motivos de porque o Grammy foi tão especial esse ano: uol.com.br/musica/pop/veja-10-acontecimentos-do-grammy-que-indicam-que-ha-salvacao-para-musica

22/07/2013_22:05

A top deusa da atualidade e a dupla lenda da música eletrônica em editorial juntos para a Vogue America. Para tudo e aperta o play.

Curiosidades do making of, aqui.

17/04/2013_14:03

Só se fala em uma coisa no mundo da música: a volta do Daft Punk.

O reverenciado duo francês de música eletrônica está causando um grande “buzz” para o
lançamento de seu novo cd intitulado “Random Access Memories”, o quarto cd de estúdio da banda.

Neste último fim de semana conseguimos descobrir um pouco mais sobre o primeiro single do cd, através de um “teaser” lançado por eles no Coachella. Os fãs ficaram chocados momentos antes da banda nova iorquina Yeah Yeah Yeahs subir ao palco, quando a logo do Daft Punk apareceu no telão e um vídeo tocando um trecho do vídeo da música “Get Lucky” começou a tocar.

O loop desta música já havia sido divulgado em outros “teasers” que foram inseridos nos
comerciais do programa “Saturday Night Live”, mas ninguém poderia imaginar que o novo single conta com a participação especial de Pharell Williams e de Nile Rogers.

Aliás, ao longo de toda a especulação em torno do novo cd, algumas entrevistas com os
colaboradores do cd vem sendo divulgadas no youtube. Já são quatro episódios que falam
um pouco sobre este novo e revolucionário cd do Daft Punk. O primeiro episódio do “The
Colaborators” é nada menos que uma entrevista com o pioneiro da música disco Giorgio
Moroder.

Mas a divulgação não para por aí. Na data de seu lançamento, 17 de maio, a banda decidiu
fazer uma festa no 79º Festival Anual de Wee Waa, uma pequena cidade australiana de apenas dois mil habitantes. As principais atrações deste festival são as competições de fogos de artifícios e de cães saltitantes, mas pelo visto algo bem maior estará acontecendo na cidade este ano.

Agora falta somente um mês para o lançamento do cd. Vamos ficar ligados e pode esperar que a qualquer momento você vai estar dançando ao som novo de Daft Punk.

Set List do álbum novo:

Colaboração da Tecla Music. *Sigam no facebook.