Arquivo da tag: bob dylan

19/10/2016_09:00

O cantor e compositor americano Bob Dylan foi anunciado, na última quinta-feira (13), o ganhador do Prêmio Nobel de Literatura 2016. A escolha foi divulgada num evento em Estocolmo, na Suécia. A opção por um músico, e não por um escritor de ofício, soou bastante incomum e causou imensa polêmica sobre os motivos de tal escolha.

Alguns  questionaram se um prêmio de literatura deveria ser dado a um cantor. Outros, indo ainda mais fundo, indagaram se trabalho do cantor se encaixa como literatura.  Mas o fato é que o nome de Dylan já vinha sendo cotado havia bastante tempo. Também poeta, e com diversos livros lançados, o artista é aclamado sobretudo pelo lirismo de suas letras. Desta vez, no entanto, ele não figurava entre os favoritos.

A academia declarou que “Dylan tem o status de um ícone” e que “sua influência na música contemporânea é profunda”. “Ele é provavelmente o maior poeta vivo”, afirmou Per Wastberg, um dos membros da instituição responsável pela premiação.

Tanto na música como na literatura, Bob Dylan foi fortemente influenciado pela geração beatnik (grupo de norte-americanos, principalmente escritores e poetas, que se tornaram conhecidos no final da década de 1950 e no começo da década de 1960) e pelos poetas modernos americanos. Enquanto artista, foi altamente versátil e trabalhou como pintor, ator e autor de roteiros.

O primeiro livro lançado por Dylan, sem ser uma coletânea de suas letras, foi o volume de poesias experimentais “Tarantula”, de 1971. Dois anos depois, era lançado “Writings and drawings”, com textos e desenhos. Ele é autor ainda do best-seller  autobiográfico “Chronicles: Vol. One.”,de 2004. A ideia inicial era de que a autobiografia teria ainda outras duas partes, que não chegaram a ser editadas.

No Brasil, foram traduzidos os seguintes títulos: “Tarântula”, publicado em 1986 pela editora Brasiliense; “Crônicas – Vol.1″, publicado em 2005 pela Planeta; “Forever young”, publicado em 2009 pela Martins Fontes; e “O homem deu nome a todos os bichos”, publicado em 2012 pela Nossa Cultura. Veja abaixo o vídeo de “Like a rolling stone”.

03/03/2015_09:00

por ALEXIA CHLAMTAC

Se você é fã do Arcade Fire, saiba que o compositor e músico Will Butler, um dos integrantes da banda, lança seu primeiro álbum solo no dia 10 de março, para os países da América do Norte. Seis dias depois, a Merge Records, mesma gravadora do Arcade Fire, libera ”Policy” para o resto do mundo.

Em recente coletiva, Butler contou à imprensa que artistas como John Lennon, Bob Dylan, Violent Femmes, The Breeders, The Modern Lovers, Smokey Robinson, The Magnetic Fields e Ghostface Killah influenciaram o disco. O material, de acordo com o cantor, foi inspirado na música tradicionalista americana feita por estes artistas.

O tempo de gravação foi, digamos, um récorde: Butler passou apenas uma semana dentro do Electric Lady Studios, QG musical montado na antiga casa de Jimi Hendrix. O baterista do Arcade Fire, Jeremy Gara, contribuiu em alguns dos arranjos, outros artistas amigos colaboraram com backing vocals, mas, pasmem: a maior parte dos instrumentos foi gravada pelo próprio Will Butler.

O multi-instrumentista tem afeição por estruturas musicais tradicionais, com arranjos limpos. “A sonoridade é experimental apenas no ataque à consistência como um requisito para a sinceridade. As canções são nervosas, amorosas, cansadas, honestas e idiotas”, diz ele que, no clipe de “Anna” (que você vê no meio deste post), dança desajeitadamente charmoso, deixando escapar um pouco de cada um destes adjetivos.

20/11/2013_17:20

Clique para assistir ao vídeo:

Like a Rolling Stone, do álbum Highway 61é uma das canções mais famosas e importantes do mundo. Escrita e composta por Bob Dylan em 1965 foi regravada inúmeras vezes, mas nunca teve um clip oficial. Até hoje. Bob Dylan relança a música, remasterizada, em um novíssimo clip interativo e de tecnologia super avançada. O vídeo faz parte do lançamento da coletânea: The Complete Album Collection Volume 1.

Somos fãs. Acesse: bobdylan.com

23/04/2012_13:06

Bob Dylan passou com sua Never Ending Tour pelo Brasil e no fim de semana foi a vez de São Paulo. O cartunista Rafael Grampá, da Folha de São Paulo foi convidado para registrar o show em quadrinhos. A Sala Ellus amou, claro.