• 03/09/2015_11:43
    VAMOS FUGIR? ELLUS VIAJA PARA MARRAKECH NO VERÃO 2016

    Vem direto de Marrakech, cidade do Marrocos que deságua o lado mais exótico da cultura muçulmana, a magia da nossa nova coleção de verão 2015. 

    Instalada entre o deserto do Saara e da África, onde os termômetros passam longe dos 40° graus, a cidade foi uma intensa inspiração criativa para criarmos para a estação mais quente do ano.

    Este movimento globetrotter começou em fevereiro, quando Adriana Bozon e a sua equipe de estilo seguiram rumo ao norte da África.

    Encantados com os Tuaregs e com os Berberes, trouxeram referências étnicas e tribais para o nosso verão, cujas principais tendências, como de costume, são desfiadas no Jornal ELLUS (que chega à sua quinta edição; rufem os tambores darboukas, merci beaucoup).

    Como bem escreve a nossa diretora de criação no editorial que aparece na página 4, o foco da mulher ELLUS nesta estação é reproduzir uma sofisticação viajante. E quem melhor do que a top Carol Trentini, musa da ELLUS há boas temporadas, para personificar esta mulher do mundo? 

    Junto com ela, Cauã Reymond, rosto da ELLUStrês coleções. Clicada novamente por Marcelo Krasilcic — nosso parceiro de longa data que, dentre outras campanhas, fotografou Cauã na Joatinga no verão passado e a atriz americana Chloë Sevigny em 2007 —, Marrakech Journey contou com o styling de Michael Vendola e beleza de Robert Estevão.

    Se você quer mais detalhes das roupas, pense nas construções marroquinas em tons de rosa ocre  (vem daí o apelido de “cidade-vermelha”), passando pelos majestosos Jardin Majorelle (da onde vem o mood azul de parte da nossa coleção) e desemboque nos souks, mercados com uma diversidade sem fim de produtos regionalistas.

    A exuberância do oriente aparece no prints metalizados que deixaram nossas t-shirts ainda mais cheias de bossa. Aplicações folheadas em tons de ouro refinam a peça que é o uniforme do dia a dia de qualquer mulher viajada — seja ela baseada em São Paulo, Nova York, Paris ou Marrakech.  Nos acessórios, destaque para o tressê de leather denim em sandálias e bolsas.

    [

    A ELLUS Limited, linha que reproduz comercialmente as peças de desfile que mais atraíram suspiros na passarela, prioriza seda, couro e chamois, tudo fazendo alusão às amarrações e às placas metalizadas que fazem a fama fashion dos berberes.

    Presentes em tops e saias de seda, torções estratégicas fazem referência aos nós de turbantes desta mesma tribo, mantendo uma constante memória étnica nos itens cosmopolitas e refinados da linha limitada. Para arrematar, pulseiras feitas com correntes grossas e demais acessórios com gizos.

    Lembra o final apolínico do desfile da São Paulo Fashion Week? A apresentação integralmente feminina foi concluída com uma horda de modelos barbudos trajando looks em total camel.

    Está explicado: o grand finale foi idealizado para valorizar a renovação da Ellus Jogging Denim, a calça mezzo jeans, mezzo moletom lançada no inverno passado que agora chega em tons de caqui.

    Não espere mais: carimbe o seu passaporte para a nossa Marrakesh Journey acessando agora a Online Store da ELLUS. E entenda ainda mais sobre o processo criativo para conceituação desta coleção assistindo ao making of acima.

    Não se preocupe se for acometido por uma necessidade de viajar urgentemente ou consumir imediatamente. Desejos devem ser vividos sem culpa, sem medo e sem jet lag. E este é mais um ponto de convergência entre a ELLUS e Marrakesh.

    24/03/2015_14:22
    ELLUS JOGGING DENIM: O TOQUE DELICADO DA MALHA ALIADO AO RIGOR DO NOSSO JEANS PREMIUM

    por ALEXIA CHLAMTAC

    As jogging pants — calças de moletom com elástico na cintura e na barra — surgiram na década de 1980 e são uma marca da geração sporty. O motivo disso, é claro, era o conforto proporcionado pela peça, que foi inspirada nas modelagens da época. Em 2010, as calças de academia começaram a ser resgatadas em desfiles internacionais, mas a fama instantânea veio quando personalidades como Katie Holmes e Gwen Stefani passaram a usá-las com sandálias e botas luxuosas. Nesta ocasião, foram rebatizadas como sweatpants.

    Agora imagine a sensação confortável de usar um moletom, mas com aparência e durabilidade do jeans? Não precisa imaginar: a jogging denim é a principal novidade do inverno 2015 da ELLUS.

    Indo de encontro com a febre esportiva que toma conta da moda mundial — que pedem por uma vida mais prática e moldada à velocidade do século 21 —, o interior da nossa jogging denim tem uma construção que imita malha, com flexibilidade e toque macio. No entanto, do lado de fora, as características essenciais do famoso jeans premium da ELLUS estão lá: five pockets, detalhes maquinetados, botões em rebite…

    O segredo desta inovação têxtil está na combinação destas duas camadas de tecido, que possibilita o conforto e o caimento de um moletom dentro de um autêntico denim. Pois todas as peças da linha ELLUS Jogging Denim oferecem as possibilidades de lavagens e os efeitos de lavanderia que já são uma marca da grife.

    20/03/2015_10:00
    WISHLIST: AS ESCOLHAS DE VICTOR COLLOR DE MELLO EM SÃO PAULO

    por VICTOR COLLOR DE MELLO

    Fui honrado com um convite e tanto: montar uma lista com meus lugares preferidos em São Paulo para a quarta edição do Jornal ELLUS.

    Abaixo, divido com vocês meus endereços.

    SIDE: Só a entrada já vale a vista: um ovo mole, um purê por cima e pão. A ideia é comer com o pão, mas eu gosto de comer com colher mesmo. Como prato principal, vale o cordeiro ou a costela. Tudo devidamente acompanhado do melhor negroni da cidade.

    CORLEONE: Bruno Van Enck, dono do lugar, está ali todos os dias recebendo cada um que passa por lá. São serviços feitos com muito primor e atenção. Se gosta da boa e velha navalha e todo o lifestyle por trás disso, é um erro deixar de conhecer.

    MANÍ: Comida impecável servida de forma que dá fome ao ver o prato chegar à mesa, em que os mínimos detalhes fazem toda a diferença.

    Z. DÉLI: Sanduíche de steak tartar fresquinho e feito na hora, com picles, cogumelos, azeite trufado e rúcula. Delicioso e nutritivo!

    16/03/2015_10:00
    SYLVAIN JUSTUM, EDITOR DE MODA DA GQ, FALA SOBRE O JEANS DA ELLUS

    Como você já deve ter lido na Sala, o desfile da ELLUS foi sucesso de crítica. O show virou notícia em todas as revistas de moda do país e a inspiração nas gangues e na cultura de rua conquistou os editores.

    Susana Barbosa, diretora da Elle, comentou as inspirações do desfile na quarta edição do Jornal ELLUS (que você já deve ter lido aqui). Agora, é a vez de você ler a opinião de Sylvain Justum, que depois de 2 anos e meio como editor de moda da Harper’s Bazaar, voltou a assumir a editoria de moda da GQ Brasil. O jornalista expõe sua opinião sobre o nosso jeans: a relação da ELLUS com a matéria-prima e o futuro do denim.

    Esqueça a ideia de que sua calça jeans serve só para o dia a dia. As novas tendências para o tecido mais versátil do seu guarda-roupa são texturas, lavagens e acabamentos de luxo, que transportam o jeans para um contexto mais chique e elegante. “O homem associa esses jeans mais elaborados para momentos especiais”, explica Justum, editor de moda da GQ.

    E esse, com certeza, é o futuro da sua calça jeans.

    Para entender a relação que a moda masculina tem com o denim é preciso avaliar a relação cultural do brasileiro com seu guarda-roupa – que é mais casual por natureza e por exigências climáticas.

    “Nossa cultura de moda é essencialmente casual, e o jeans acabou ganhando muita importância ao longo dos anos”, conta ele. que considera: “Entretanto, nos últimos anos, a peça ganhou status de luxo”.

    Continue lendo a matéria na página 15 do Jornal ELLUS.

    11/03/2015_10:00
    SUSANA BARBOSA, DIRETORA DA ELLE, COMENTA A INSPIRAÇÃO DO INVERNO DA ELLUS

    A coleção de inverno 2015 da ELLUS, desfilado em novembro na São Paulo Fashion Week, foi destaque nas melhores revistas de moda do País e na quarta edição do Jornal ELLUS. Para completar, pedimos a Susana Barbosa, da revista Elle, dividir conosco suas impressões sobre as inspirações da apresentação.

    Susana assumiu o cargo de diretora geral da Elle depois de 10 anos trabalhando na publicação; anteriormente, ela era diretora de moda da revista e, com a mudança, acabou acumulando as duas funções.

    Uma das principais características da moda, neste começo de século 21, é que ela não se resume mais às passarelas. Hoje as ruas são tão (ou mais) importantes do que aquilo que se vê nas principais semanas de moda do mundo. É nesse contexto que tribos e gangues urbanas seguem emprestando seus códigos para a alta moda.

    Para além do mimetismo literal, estamos falando de peças, silhuetas e dicas de styling para quem quer um pouco das ruas no guarda-roupa do dia a dia. “As pessoas, cada vez mais, se vestem com vários estilos e, muitas vezes, um look pode apresentar várias tribos ao mesmo tempo”, comenta Susana, que ainda completa: “Este é o movimento mais interessante da moda atualmente”.

    Atual, mas não exatamente novo. Foi na década de 1990 que Ted Polhemus cunhou o conceito de “supermercado de estilos”. O termo explica que a grande tendência da época (e que continua até hoje) é a mistura de referências diversas — e, muitas vezes, contraditórias — em um só look. “Qual seria o New Look de 2019?” escreveu ele, em seu livro “Streestyle: From sidewalk to catwalk”. Susana responde: “A resposta, é claro, é que não vai existir um”.

    Em 1994, Polhemus já explicava que o melhor jeito de se vestir é pegando de cada movimento uma referência, criando, assim, um estilo só seu.

    Continue lendo a matéria na página 6 do Jornal ELLUS.

  • Doois Sites e Sistemas