• 15/07/2016_09:00
    SALE! SALE! SALE!

    Tá rolando Sale Progressiva na nossa Online Store! Na compra de duas peças você ganha 20%, na compra de 3, 30%, 4 peças, 40% e 5 ou mais peças, 50%. Aproveite para garimpar as peças mais desejadas da estação.  Ah! Até o final de semana o frete é grátis!

    13/07/2016_15:56
    LET’S ROCK TOGETHER!

    No Dia Mundial do Rock, nós não poderíamos deixar passar em branco essa data tão significativa para nós, que possuímos o DNA rocker e nos orgulhamos disso. Preparamos uma surpresa para aqueles que possuem o gogó afiado e têm disposição.

    Hoje, ao fazer suas compras em qualquer loja ELLUS, cante seu #rock favorito e ganhe uma mochila #ELLUSSPORTDLX. Sim! Basta cantar 10 segundos daquela canção que marcou a sua vida e levar a mochila para casa. Let’s rock together!

    01/07/2016_09:00
    SAIBA MAIS SOBRE A VOLTA DOS PATINS TRADICIONAIS

    POR GUSTAVO GARCIA

    Eles estão de volta! Os charmosos patins “tradicionais”, aqueles com dois pares de rodas paralelas, voltaram com força e com isso nós resolvemos escrever esse post, contando um pouco sobre como tudo isso começou, passeando por épocas onde a bota com rodinhas era apenas mais uma criação maluca oriunda das mentes criativas do passado, até chegar nos dias de hoje, em que novos rinks de patinação estão surgindo e com isso velhos amantes e novos adeptos têm a chance de reviver e viver aquilo que foi um boom em um passado nem tão distante assim.

    Tudo começou, lá em 1750, quando um belga chamado Joseph Merlin, teve a idéia de construir patins que pudessem andar no solo da mesma forma que os patins de gelo. Após muitas experiências, Merlin, enfim, conseguiu criar a primeira versão da sua invenção, com apenas uma roda em cada pé.

    Uma vez pronta, o inventor resolveu apresentar sua criação para a sociedade da época, durante uma festa, onde pretendia entrar deslizando e tocando violino ao mesmo tempo., como se já não bastasse a dificuldade de se equilibrar em algo totalmente novo e estranho (além de não ter freios!). É claro que a tão esperada estréia foi um fracasso e ainda quase resultou em uma tragédia, pois ele atravessou um enorme espelho deslizando sobre as rodas.

    Apesar de ser uma idéia interessante, os patins não se tornaram populares rapidamente. Muitos inventores anônimos passaram a trabalhar a ideia de Merlin, melhorando-a. Todos tinham o objetivo de transformar sua criação em algo seguro e fácil de usar. A primeira patente surgiu em 1819, e em seguida, em 1823, Roberto John Tyers patenteou um modelo, chamado “Rollito”, que se aproximava muito dos modelos que existem atualmente, com rodas fixadas aos sapatos, botas ou outro elemento que cubrisse o pé.

    O “Rollito” chamou a atenção do público imediatamente e desde então não parou de se sofisticar, até que, em 1863, com todas as melhorias que aos poucos foram introduzidas, os patins foram ficando cada vez mais parecidos com os atualmente chamados “tradicionais” (com dois pares de rodas paralelas em cada pé), ou “quad”, como são chamados popularmente nos E.U.A.

    Desde essa época várias pistas de patinação nos Estados Unidos viraram ponto de encontro das pessoas e em muitas delas aconteciam corridas e animados bailes sobre rodas. Aqui no Brasil, a onda chegou forte em meados dos anos 1980, com a febre das festas “roller”, e levou todos os jovens, e mais quem se achava capaz de deslizar nas pistas, a correr para as lojas, a fim de adquirir um par daquelas incríveis botas deslizantes.

    Muitos lugares especializados surgiram com a nova moda e não demorou muito para cair no gosto geral da juventude da época, sempre sedenta por novidades. No Rio de Janeiro, a boate Roxy Roller atraía milhares de jovens todos os fins de semana, e tornou-se referência no assunto, ainda hoje é lembrada com saudosismo pelos que a frequentaram. Já em São Paulo, a boa era frequentar os rinks da Papagaio’s e da Banana Power.

    Com chegada dos novos modelos, chamados “inline”, que trazem as rodas
    em linha, o tradicional modelo caiu em desuso e assim permaneceu por um longo período. Após o hiato de aproximadamente vinte anos, o revival dos áureos tempos dos rollers está de volta, trazendo toda atmosfera que havia sido esquecida. Lugares como o Roller Jam, em São Paulo, vem atraindo muita gente bacana para sua pista, considerada por muitos a melhor do país, por possuir um piso impecável, com resina importada aplicada sobre tacos finos de madeira, que faz com que apresente um nível de aderência excelente.

    Com isso, todo universo referente à cultura sobre rodas veio à tona: a volta da fabricação de patins está a mil por hora e é possível encontrar diversos modelos inspirados no design retrô anos 1980. É claro que nós não poderíamos ficar de fora, e por isso resolvemos criar uma edição especial, o Ellus Roller, personalizados e feitos sob encomenda.

    Seja em um rink de patinação ou em um dos muitos lugares públicos, ao ar livre, como o Parque do Ibirapuera ou o Parque Villa-Lobos, você tem muitas razões para vestir o patins e dar umas voltas por aí. Além de ser uma forma divertida de gastar o tempo, é saudável e dá pra patinar sozinho, ou com alguem que você gosta. Basta usar todos os equipamentos de proteção e arrasar.

    Ellus Roller é o mais novo produto da linha #ELLUSSPORTDLX. Os patins personalizados são feitos sob encomenda nas flagships da #ELLUS. A linha conta com dois modelos clássicos de quatro rodas: sendo um feminino, que vai do número 36 ao 39, e um masculino, do 39 ao 43.

    13/06/2016_09:00
    FIQUE POR DENTRO DA AGENDA DOS FILMES DE HERÓIS

    por GUSTAVO GARCIA

    Em meses em que há lançamento de filmes de heróis é sempre assim: bate uma ansiedade enorme e uma expectativa que não diminui enquanto não chega o dia de sentar no cinema para saciar a mente com uma boa dose de aventura e efeitos especiais. Este mês, em particular, não é apenas o lançamento de um filme qualquer de heróis, é a continuação da série de filmes dos X-Men, o preferido da maioria dos amantes da Marvel. Nesse post nós resolvemos fazer uma compilação dos próximos filmes que estão programados na extensa-agenda-dos-filmes-de-heróis, e vamos te deixar informado para entender um pouco do que está vindo por aí.

    Os famosos heróis dos estúdios Marvel, os X-Men, estréiam o nono episódio da série de filmes, que começou no ano 2000, e destina-se a ser a sequência direta de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido — lançado em 2014. Dirigido por Bryan Singer, que já assinou outros cinco longas da série. O filme conta com um elenco estrelado, composto por James McAvoy (o mesmo de Crônicas de Nárnia), Michael Fassbender (de Bastardos Inglórios), Jennifer Lawrence (vencedora do Oscar de Melhor Atriz por O Lado Bom da Vida) e Hugh Jackman, como Wolverine entre outros.

    Neste episódio da série, Apocalypse, o primeiro e mais poderoso de todos os mutantes, por ter acumulado os poderes de muitos outros mutantes, se torna imortal e invencível. Após longo período de sono profundo, acorda decepcionado com o mundo que encontra e recruta um grupo de mutantes poderosos, entre eles, Magneto. A missão dessa equipe é purificar a humanidade e estabelecer uma nova ordem mundial, na qual ele reinará. Vendo a situação em que a Terra se encontra, Mística, com a ajuda do Professor X, convoca a jovem equipe de X-Men para conter o seu inimigo e salvar a humanidade da total destruição.

    Outra estreia, ainda prevista para este semestre, é o terceiro filme do Universo Estendido DC. “Esquadrão Suicida é uma trama baseada na equipe de anti-heróis de mesmo nome da DC Comics. A escolha do elenco não poderia ter sido mais apropriada: Will Smith, Jared Leto, Cara DeLevingne e outros nomes não menos estrelados.

    Imagine uma equipe formada pelos mais perigosos vilões do mundo, com o arsenal mais poderoso à sua disposição, em uma missão para aniquilar um inimigo enigmático e quase invencível. O resultado só pode ser algo do nível da genialidade de Jared Leto, que interpreta divinamente o Coriga, icônico personagem da série Batman. Por sinal, no último teaser divulgado, há a participação do Homem-Morcego, que aparece em duas cenas: pulando de um prédio e preso a um carro pilotado por Mr. Leto. Considerando tudo que está envolvido na produção do longa, o resultado certamente será algo digno do tempo de espera até o dia de ir ao cinema, que está previsto para agosto.

    O ano de 2016 já começou com uma estreia de peso, “Deadpool”. O filme do anti-herói, que tem um senso de humor incomum e é politicamente incorreto, lotou as salas de cinemas de todo o mundo para ver Ryan Reynolds no papel principal. Sucesso total. Na sequência, fomos ver o enfrentamento entre dois dos super-heróis mais queridos de todos os tempos: Batman e Superman.

    Esse duelo foi umas das inspirações para a última coleção da 2nd Floor, que marcou o retorno da marca ao São Paulo Fashion Week. Voltando no tempo, fomos buscar inspiração na série vintage “Batman Calssic TV Series”, passando pela fase “Arkham City”, para chegar na atual fase do duelo. Pegando essas três referências e jogando em um mixer, o resultado foi este AQUI.

    Previsto para junho de 2017, o longa-metragem da Mulher Maravilha, enfim, estreia após longa espera e muitos processos para seu desenvolvimento. A personagem, criada em 1941, sendo a primeira heroína da DC Comics, está sendo elaborada para este filme desde 1996(!), pela Warner Bros Pictures.

    As filmagens começaram em 2015, em Londres, e tem direção de Patty Jenkins (de “Monster”). No elenco, Gal Gadot interpreta a icônica amazona. Ela é conhecida principalmente pelos papéis de Gisele, da franquia “Velozes e Furiosos”, além dela, Chris Pine (“Star Trek”); Connie Nielsen (“Gladiador”) e Robin Wright (“House of Cards”). A DC mantém o suspense sobre a trama mas especula-se que a primeira metade do filme será situado nos anos 1920, e giraria em torno da disputa de poder entre facções da Ilha Paraíso, a terra natal das amazonas.

    Já deu  para sentir que, este ano, agenda dos filmes de super-heróis está aquecida e a sua dose de aventura e adrenalina está garantida.  Segundo os sites especializados no assunto, ela permanecerá assim até, pelo menos, 2020(!). Seria impossível citar todos os filmes em um post só mas você já percebeu que nós amamos esse tema e que ele é recorrente aqui no blog. Então continua conectado aqui conosco que em breve voltamos com mais informações nesse mesmo “bat-lugar”, no “bat-horário”.

    30/05/2016_09:00
    CHAIRLIFT: O “MUST-HAVE” DAS BANDAS

    por GUSTAVO GARCIA

    O duo Chairlift, formado originalmente por Caroline Polachek e Aaron Pfenning, então amigos de universidade, em 2005, começou sua carreira com a proposta de fazer um som que servisse de trilha ambiental para casas mal-assombradas. Após a breve fase sombria, a dupla se mudou para Williamsburg, no Brooklyn, NY, mudou a formação original — incorporando o músico Patrick Wimberly — e assinou contrato com sua primeira gravadora, a Kanine Records, responsável por lançar seu primeiro álbum, intitulado “Does You Inspire You”, no ano de 2008.

    O álbum de estreia foi muito bem-recebido pelo público e pela crítica, e o clipe do single “Evident Utensil” foi indicado em uma das premiações mais concorridas e respeitadas no mundo pop, o MTV Video Music Awards. Depois desse reconhecimento, a dupla assinou contrato com uma grande gravadora, a Columbia, que relançou o disco, incluindo faixas inéditas e, em seguida, partiu para sua primeira turnê internacional, abrindo shows de bandas de primeira linha como o Phoenix.

    Cinco anos após o primeiro lançamento, a dupla dedicou-se a uma profunda imersão no universo pop dos anos 1980, unindo influências góticas e baladas sinistras (lembram que tudo começou com trilha de casas mal-assombradas?), da qual nasceu seu segundo disco, intitulado simplesmente “LP” (sigla para “long-play”, nome dado ao disco de vinil de carreira, com cerca de 10 músicas). Nessa mesma época, surgiu um convite para uma parceria insólita com nada menos que a super-übber-r&b-popstar Beyoncé.

    Em seu terceiro álbum, “Moth”, lançado este ano, fica latente a evolução da banda para um som mais maduro e menos inofensivo, diferente do de seu disco de estreia. As faixas parecem brotar de um ambiente criativo, passeando por diversos campos da música pop, ampliando o terreno explorado pela dupla anteriormente.

    As diversas referências presentes neste disco incorporam a black music de diferentes épocas, com passagem pelo R&B, pelo hip hop dos anos 1980, pela disco, e até por uma visita à obra de Michael Jackson, com manipulações vocais e batidas que os distanciam do synthpop obscuro dos álbuns anteriores.

    Chairlift é uma das bandas mais promissoras do atual cenário musical mundial e suas músicas encantam todos por onde passam, conquistando novos fãs e consolidando uma carreira em ascensão. Eles são modernos e combinam bem com este mundo em que vivemos, multicultural e cheio de referências. Você pode conferir a playlist que preparamos com algumas canções da banda. Aperte o play e embarque nesta viagem.

  • Doois Sites e Sistemas