AGENDA
  • mai / 2016
    D S T Q Q S S
    « mar    
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  
  • 24/03/2016_18:35
    DESCUBRA O QUE ESSE FIM DE SEMANA COM FERIADO TE RESERVA EM SÃO PAULO, RIO, SALVADOR E BRASÍLIA

    O ano parece estar voando: já estamos na Semana Santa e, para a nossa alegria, o fim de semana começa na sexta. É o momento perfeito para se dar ao luxo de descansar o corpo cansado e, é claro, aproveitar para curtir com os amigos à noite. A grande questão é: o que fazer? Com tantos eventos convidativos no Facebook, como saber qual é a boa?

    Sala ELLUS traçou um roteiro para quem está em São Paulo (sede da ELLUS), Rio de Janeiro, Salvador ou Brasília (cidades que acomodam lojas ELLUS) e não quer ficar de bobeira esses dias. Afinal, dessa vez, você não vai ter 48, e sim 72 horas para relaxar!  

    Quem é daqui de São Paulo não pode perder o destaque do feriado na quinta: a festa Sonido Trópico terá cinco pistas reunindo o melhor das explorações sonoras. O projeto visa trazer o máximo de pluralidade musical para o dancefloor, se caracterizando como uma “muvuca sonora cósmica”.

    Os responsáveis pelos sons que vão te sacodir a noite inteira são Spaniol, Dj Nirso, ElPeche, Salvador Araguaya, Cerverita, Meraki, Atimos e Mono feat Castello Branco. Com início marcado para as 23h na Trackers (Rua Dom José de Barros, 337) o evento custará R$ 20 aos 100 primeiros e R$ 30 o resto da noite. Vai perder essa?! 

    Para os cariocas, o que rola no domingo é imperdível: fechando o fim de semana prolongado com animação, a Clash Bass é uma festa de rua que busca resgatar as origens dos street sounds. Com apoio da Solow Bass, a edição de março vai ocupar o Porto Pirata (Rua Lopes Souza, 24) e explorar estilos musicais como trap, hip hop, rap, funk, dubstep, entre outros sons mais inovativos.

    O line-up é formado por Jah Chris, Kawo, TWO KPZ, Sydney, DiniBoy, ₭ENNYᐱ, BROWN, Cacaut e Coletivo 56. A melhor parte é que o evento é 0800, então você não precisa se preocupar caso tenha gastado muito dinheiro na noite anterior. Só chegar!

    Em Brasília, nossa aposta é a festa As Mina Pá, também no domingo, para fechar o feriado com chave de ouro. Comemorando a conquista de ser DJ enquanto mulher em uma cena dominada por homens, essas artistas vão tornar a sua noite inesquecível no Outro Calaf (SBS, Quadra, Bloco Q).

    As minas DJ Donna, DJ Janna, New Chicks On The Block, ANTD: ANRMS, C4JU4N4, Unicornians e Samira Rodrigues prometem destruir a pista de dança com muito grave, passando por hip hop, ragga, trap, funk, favela bass e muito mais. A festa começa às 17h para você ter bastante tempo de curtir e, ainda assim, acordar cedo para o trabalho no dia seguinte sem muita dificuldade. A entrada custa R$ 20 e só pode ser paga em dinheiro.

    Não se desesperem, galera de Salvador, não nos esquecemos de vocês! O fervo cearense, Vexpera, acontece quinta, véspera de feriado, na Amsterdam Salvador (Largo dos Aflitos, s/n, Mirante dos Aflitos) e contará com uma variedade de música pop por Jhon x Iurer, Hannah x Rhanny, Ramon x França e Jackson x Nobre.

    A festa é open bar, mas os benefícios dependem do seu ingresso: na Pista Open, a cerveja é liberada até as 4h por R$ 25 comprando antecipado no SYMPLA, ou até 23h com nome na lista; R$ 30 até 00h com nome na lista ou R$ 40 sem nome na lista ou depois desse horário. Já no Camarote Interno, as opções são vodka, cerveja, água, refrigerantes e catuaba até as 5h por R$ 50 antecipado; R$ 60 até 23h com nome na lista; R$ 70 até 00h com nome na lista ou R$ 80 sem nome na lista ou depois desse horário.

    15/03/2016_11:00
    5 MOTIVOS PARA NÃO PERDER A MOSTRA SOBRE O MOVIMENTO DE STIJL, EM CARTAZ NO CCBB-SP

    O movimento vanguardista holandês De Stijl, originado em 1917, adotou uma estética abstrata e centrada em elementos visuais básicos, como formas geométricas e cores primárias. A qualidade reduzida da arte De Stjil, uma crítica aos excessos decorativos do movimento Art Deco, foi invisionada pelos seus criadores como uma linguagem visual universal, apropriada para os tempos modernos.

    Liderado pelo pintor Piet Mondrian, os artistas De Stijl promoveram suas ideias inovadoras através de uma revista com o mesmo nome do movimento, direcionando sua atenção não apenas às artes plásticas, como pintura e escultura, mas também a todas as outras formas de arte, incluindo design industrial, tipografia e até literatura e música. A influência do De Stijl teve mais força no âmbito da arquitetura entre os anos 1920 e 1930.

    No dia 25 de janeiro, o CCBB-SP inaugurou a exposição “Mondrian e o movimento de Stijl”que ficará até o dia 4 de abril, a fim de celebrar o marco destes artistas na sociedade. O panorama apresenta cerca de 60 obras de um número de artistas do movimento da vanguarda — Theo van Doesburg, Gerrit Rietveld, Bart van der Leck, Jacobus Oud, Georges Vantongerloo, Ilya Bolotowsky, entre outros —, das quais 30 são de Mondrian, o ícone da exibição. Pesquisando sobre o artista, descobrimos 5 curiosidades que vão te deixar mais do que entusiasmado para ver a mostra.

    1. ESPIRITUALIDADE DA ARTE

    Enquanto escritor teórico, Mondrian acreditava que a arte refletia a espiritualidade da natureza. Ele simplificava as suas pinturas nos elementos mais básicos para revelar a essência da energia mística no equilíbrio das forças que governam a natureza e o universo.

    2. FORÇAS COMPLEMENTARES

    Mondrian distilava suas representações do mundo em elementos verticais e horizontais básicos, que simbolizavam duas forças essenciais e opostas: o positivo e o negativo, o dinâmico e o estático, o masculino e o feminino, o yin e o yang.

    3. QUEBRA DE PADRÕES

    A visão singular de Mondrian pode ser notada na progressão metódica das suas obras, que vão de representação tradicional à abstração completa. Suas pinturas foram se desenvolvendo de forma lógica e transmitem claramente a influência de diversas formas de arte moderna, como iluminismo, impressionismo e principalmente cubismo.

    4. INTELECTUALIZAÇÃO DA ESTÉTICA

    Mondrian defendia a abstração pura e uma paleta limitada com intenção de expressar um ideal utópico de harmonia universal em todas as formas de arte. Ao usar formas e cores básicas, o pintor acreditava que a sua visão de arte moderna transcenderia divisões culturais e tornaria-se uma nova linguagem comum baseada em cores primárias puras, nivelamento das formas e tensão dinâmica nas telas.

    5. REGISTRO DE UMA ERA

    O livro de Mondrian sobre neo-plasticismo, “Neoplasticismo na pintura e arquitetura”, se tornou um dos documentos-chave da arte abstrata. Na tese, ele detalha sua visão de expressão artística, onde “plástico” se refere simplesmente à ação de formas e cores na superfície da tela, como um novo método para representar a realidade moderna.

    23/02/2016_14:32
    PLAYLIST DE AQUECIMENTO PARA OS SHOWS DOS ROLLING STONES

    No dia 12 de julho de 1962, em Londres, acontecia o primeiro show dos Rolling Stones, espetáculo que abriria portas para um conjunto que, eventualmente, se tornaria a banda mais importante da história do rock ‘n’ roll.

    O tour deste ano, America Latina Olé, teve início no dia 3 de fevereiro, em Santiago, e já passou por Buenos Aires, Montevideo e, no sábado, Rio de Janeiro. A próxima metrópole brasileira a receber os britânicos é São Paulo, e para deixar tudo melhor ainda, serão dois dias de apresentação: quarta, dia 24 e sábado, dia 27 de fevereiro.

    Populares pelas suas performances poderosas, os músicos se apresentaram no Brasil pela primeira vez em 1995, repetindo a visita somente no Rio de Janeiro em 2006, o que significa que a banda inglesa está há 21 anos sem dar as caras por aqui. Será que esta é a nossa última oportunidade de vê-los tocando ao vivo?

    Se você ficou animado (e como não se animar?), compre seus ingressos aqui. Enquanto o dia não chega, quer você vá na quarta ou no sábado, entre na vibe do rock com a playlist que a Ellus criou em parceria com a Tecla Music especialmente para esse momento.

    17/02/2016_13:56
    COM CHANCELA DE CONVITE DA RED BULL MUSIC ACADEMY, FESTA REBU.ZONA MOVIMENTA NOITE DO RIO

    A festa Rebu nasceu na Casa Daros (Rua Gen. Severiano, 159, Rio de Janeiro), espaço multidisciplinar que costumava abranger exposições de arte latino-americanas e um restaurante e café. A estrutura do século 19, espaçosa e cultural, pareceu o lugar ideal para Esdras (D/ACCORD), produtor da Rebu, que conseguiu fazer três edições da festa no recinto antes de ser informado que o mesmo fecharia suas portas.

    “Senti um nó na garganta”, revelou ele. Entretanto, os organizadores não deixaram o ocorrido acabar com a folia. Partindo de uma atmosfera intimista e abrindo portas para novas experiências, a Rebu encontrou um novo espaço e se transformou em Rebu.Zona. “O agito estava lá, então colocamos fermento na receita e faremos nossa primeira edição da Rebu.Zona”.

    Com apoio da Red Bull Music Academy, a edição será uma parceria entre a Rebu e a festa Gota, que teve sua primeira edição na Casa Nuvem (Rua Morais e Vale, 18, Rio de Janeiro). Além de três pistas, o evento contará com nada mais, nada menos do que 13 atrações; dentre elas, o francês Gilb’R, o peruano Zufu, o argentino Nina Soul, os brasileiros Carrot Green e Gustavo Tata, e um live act sinestésico de Kinkid, em parceria com o VJ Diego Bragança. 

    O DJ Gustavo Tata, que tocará pela primeira vez em uma festa da Rebu, confessou estar ansioso pois, segundo ele, “a expectativa é grande”. Ele elucida: “É cada vez mais difícil ter a chance de tocar algumas das coisas que vou tocar, e isso gera uma ansiedade sobre a construção do set no momento da apresentação e quanto à receptividade do público na hora”. Esta ansiedade gerou nele uma vontade muito grande de surpreender o público e, para concluir, o artista disse ter certeza que vai ser maravilhoso. A Sala Ellus concorda!

    O evento tem início marcado às 21h da sexta-feira (19) e será no Studio do Cais (Via Binário do Porto, 476), em Santo Cristo, no Rio de Janeiro. Para aquecer, ouça um set do maior destaque da noite, Carrot Green, integrante do grupo Red Bull Music Academy:

    29/01/2016_10:00
    ROTEIRO ROCKER DE VERÃO PARA SÃO PAULO, RIO, CUIABÁ E FLORIANÓPOLIS

    Às vezes, e principalmente no começo do ano, a semana parece passar rápido demais. Os dias que você passou ocupado com o trabalho voaram e você nem viu o fim de semana chegar. E agora? Tantos planos em rascunho e tão pouco tempo! Qual será que é a boa?

    Você, pessoa que não se programou e agora está tendo sérias dificuldades em decidir entre milhares de opções de programas, veio parar no lugar certo: a Sala ELLUS resolveu traçar uma rota dos eventos que você não pode perder nestes dias, começando por São Paulo, onde fica a nossa sede, e passando pelo Rio, Salvador, Cuiabá e Florianópolis; todas, cidades que abrigam lojas ELLUS.

    Quem é daqui e curte balada alternativa não pode perder a fantástica edição de 1 ano da Le Freak, no sábado. A festa, que busca reviver a cena dos Club Kids novaiorquinos, é um convite para extravasar no look e voltar para 1990 por uma noite, à partir das 23h. 

    O line-up, formado por Humberto Luminati, Caroline Maia, Van Foxter & Alissa Salls, Jahdiel Ramires, Felipe Manso, Julia Bueno, Nagash e um convidado internacional secreto, passará por disco, dubstep, synthwave e outros sons eletrônicos incríveis. O evento será no Espaço Desmanche (Rua Augusta, 765).

    Para os cariocas, a badalação de sábado é um projeto dos entusiastas Jean e Lucas, que tiveram a ideia do Nabutchaka ao unirem seu interesse pela música ao gosto pela dança. A festa nasceu quando os dois tomaram a iniciativa de colocar um som em um quiosque do Leme e, desde então, passaram por diversos locais conhecidos no Rio, como o La Cueva e o Anexo na Lapa.

    Começando às 23h, a setlist é encabeçada pelos próprios organizadores que recebem os DJs da festa Minha Luz é de LED. Suisso também toca. Os ingressos do evento, que será no Eden (Rua Sacadura Cabral, 109 – Gamboa), estão a R$ 15 com nome na lista até meia-noite, R$ 20 após e R$ 30 sem nome na lista.  

    O evento que rola em Salvador, no sábado, tem um toque cultural: entitulado Jam no MAM, o projeto visa levar jam sessions para o Museu de Arte Moderna da Bahia (Avenida Contorno, s/n – Comércio), criando arte através de ondas sonoras. O gathering conta com performances de músicos de jazz em estilo improvisado.

    As apresentações, que são comandadas pela banda base da Jam, já contaram com diversos artistas internacionais independentes e acontecem no estacionamento do local, às 17h, para que o público não perca o por do sol baiano.

    Em Cuiabá, acontece a festa de música eletrônica Do You Like Deep, no Musiva (Av. Beira-Rio, 4.435 – Porto), com intensas vibrações de deep house, para extinguir qualquer monotonia da sua sexta. A casa de festas abre às 23h e a animação continua até altas horas

    Os residentes são Fran Bortolossi, Illusionize, Dashdot e Volkoder. Ingressos estão a R$ 40 (meia) ou R$ 80 (inteira), mas ainda há as opções de bistrô para seis pessoas por R$ 600 e de camarote para dez pessoas (com um bônus de uma garrafa de vodca Ciroc) por R$1,5 mil. 

    Catarinenses, não se desesperem: vocês não foram esquecidos! O Especial Amy Weedhouse vai sacodir Florianópolis hoje com boas vibrações. O evento da cantora Renata Côrrea trará covers da Amy Winehouse em versões que mesclam ritmos reggae, ska e rocksteady.

    O show contará com os convidados Ricardo Juliani, Eduardo “Palhoça” Farias, Gabriel Boos, Felipe “Bluezera”, Thiago Beck, Gabriel Fortunato, Florencia Cuccarase e Rafael Thiesen. Com início às 22h, o show custa R$ 20 e acontece no Deraiz, nas Dunas de Joaquina (Av. Prefeito Acácio Garibaldi San Thiago).

    Difícil ficar parado neste final de semana, não é verdade?

  • Doois Sites e Sistemas