• 22/07/2016_09:00

    É muito comum você encontrar, na descrição de uma calça jeans, em qualquer loja, a expressão “lavagem” (“washing”, em inglês). Esse é o termo usado para explicar o processo industrial de lavagem pelo qual o jeans passa para que ele adquira aspectos e tonalidades específicas. Toda vez que você vê uma calça mais clara ou mais escura, tenha certeza que ela passou por esse procedimento para poder ter a cor que tem.

    São muitos os métodos para deixar o denim na cor desejada. Dentre os mais usados está a Estonagem. Os jeans são colocados em tambores que levam junto pedras de argila chamadas sinasitas e durante a lavagem, as pedras batem no jeans deixando-o com uma cara de batido. Com esse recurso surge também o aspecto um pouco desbotado e amaciado.

    Outra tipo de lavagem muito utilizada é a Destroyed ou Damaged. Você certamente já teve ou já viu aquelas calças com um aspecto detonado, parecendo que ela passou por uma guerra. Esse processo possibilita que ela tenha esse look sem você precisar se alistar no exército ou ser customizado por um rolo compressor. Tem também a lavagem Ácida, típica dos anos 80, que usa pedra pomes e cloro, esbranquiçando o jeans para dar um aspecto de céu com nuvens.

    Atualmente a indústria textil, dispõe de alta tecnologia no que se refere à confecção e estamparia de tecidos, e é possível a utilização de máquinas à laser para produzir o efeito antes somente alcançado lavando-os. No entanto, devido aos custos relativamente elevados desses equipamentos, não são muito fáceis de encontrar. Seja qual for a lavagem, o jeans é, talvez, a peça mais importanto do guarda-roupa, tanto feminino, quanto masculino, podendo ser usada nas mais diversas ocasiões, atribuindo um visual chique, despojado e urbano. Escolha a sua!

    20/07/2016_09:00

    Lá se vão mais de cem anos desde a criação da primeira calça jeans, da forma como vemos hoje em dia e a peça continua sendo um dos itens mais usados do mundo. O Denim, tecido usado na confecção, originalmente semelhante à lona, passou por muitas mudanças até chegar à versão usada atualmente.

    Uma dessas mudanças foi a incorporação do elastano na composição original. Essa modificação foi um marco para a indústria, pois ela trouxe conforto, melhor caimento e elasticidade , possibilitando o usuário se movimentar com muito mais amplitude, deixando-o mais livre.

    Desde então as calças ganharam cores sóbrias, chamativas, versões superjustas, oversized, com cintura alta ou baixa e até superdetonadas, com rasgos enormes nas pernas ou mesmo sem rasgo algum. Tem para todos os gostos.

    Nesse shopping list, nós separamos cinco calças masculinas, de lavagens (nome dado ao processo que desbota a cor original do denim) diversas, capazes de satisfazer todos os gostos. Todas com elastano, para deixar pronto tanto para o dia a dia como para a noite, mas o mais importante de tudo: livre para se movimentar.

    Clique aqui para comprar essa calça na Online Store

    Clique aqui para comprar essa calça na Online Store

    Clique aqui para comprar essa calça na Online Store

    Clique aqui para comprar essa calça na Online Store

    Clique aqui para comprar essa calça na Online Store

    18/07/2016_09:00

    POR GUSTAVO GARCIA

    Você já deve ter reparado que as colagens estão em evidência novamente. Elas estão
    espalhadas pelas exposições, pelas ruas e pelas redes sociais. Uma leva de
    jovens artistas vem usando a antiga técnica de transposição de imagens, geralmente retiradas de livros e revistas, para criar peças únicas, que já caíram no gosto do público, dos decoradores e curadores de arte.

    Essa técnica não é nova, ela começou a ser usada no começo do século XX, pelos
    artistas do movimento cubista, que colavam pedaços de jornal ou impressos em geral em seus quadros, ampliando o significado de suas obras e dificultando o estabelecimento de uma fronteira rígida entre pintura e escultura. Nesse post, nós resolvemos listar três desses novos talentos que vem se destacando nesse novo cenário artístico.

    Gabriela Garcia (COLLAGG): A artista carioca descobriu nas colagens uma forma de
    construção de um diário de sentimentos. Através de seu site, suas obras foram ganhando
    notoriedade, até que um dia recebeu um convite para expô-las. A estréia foi no “Sarau Eletrônico II”, que aconteceu no Contemporâneo Hostel, com uma colagem na qual discutia as questões da mulher na contemporaneidade. Logo em seguida veio a primeira individual, no saguão do badalado hostel Z.bra.

    A mostra, batizada de “Jesus Mary Mickey Money”, apresentou uma série de colagens, que ela explicou como “intervenções em obras renascentistas com ironia e desconstrução; uma mistura de vertentes como o dadaísmo e o realismo das pinturas renascentistas”. Desde então, as obras da artista já passaram por diversas exposições, além de estamparem as capas dos discos de vinil da gravadora novaiorquina “Soul Clap” e da paulista “In Their Feelings”.

    Bruno Oliveira Santos: Designer gráfico de formação, especializou-se em criação de
    imagem contemporânea. Divide seu tempo entre a criação de suas obras autorais e
    trabalhos para marcas que buscam o seu olhar estético apurado na concepção de suas
    peças publicitárias, tais como Calvin Klein, Hering, Nestlé, Natura, só para citar algumas.

    Suas composições  misturam a vivacidade de cores fortes, como o azul royal, rosa e vermelho, com a dramaticidade das imagens em preto e branco, que se unem em mosaicos abstratos ou em imagens fortemente inspiradas no universo fashion. Já teve suas criações expostas no Camera Club of New York (EUA), Fundación Otero Herrera
    (Espanha) e Projeto Múltiplo no CCSP e Red Bull Station (Brasil).

    Ingrid Bittar ou Britta: como assina suas obras, é formada em desenho industrial e naEscola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV). Em 2014, foi selecionada para o 89plus,
    projeto internacional que busca mapear talentos em diversas áreas, inclusive artes
    plásticas, nascidos no ano de 1989, ou posterior, ajudando-os a alcançar visibilidade
    através de seus trabalhos.

    Seleciona e utiliza apenas materiais originais de livros, revistas e catálogos, sem
    manipulação digital, para abordar temáticas do cotidiano através da colagem. O
    resultado são imagens com muitas sobreposições de pequenas imagens, com forte
    influência barroca, repleto de pequenos detalhes, geralmente aplicadas em um fundo
    monocromático.

    15/07/2016_09:00

    Tá rolando Sale Progressiva na nossa Online Store! Na compra de duas peças você ganha 20%, na compra de 3, 30%, 4 peças, 40% e 5 ou mais peças, 50%. Aproveite para garimpar as peças mais desejadas da estação.  Ah! Até o final de semana o frete é grátis!

    13/07/2016_15:56

    No Dia Mundial do Rock, nós não poderíamos deixar passar em branco essa data tão significativa para nós, que possuímos o DNA rocker e nos orgulhamos disso. Preparamos uma surpresa para aqueles que possuem o gogó afiado e têm disposição.

    Hoje, ao fazer suas compras em qualquer loja ELLUS, cante seu #rock favorito e ganhe uma mochila #ELLUSSPORTDLX. Sim! Basta cantar 10 segundos daquela canção que marcou a sua vida e levar a mochila para casa. Let’s rock together!

  • Doois Sites e Sistemas